terça-feira, 3 de março de 2015

Diretor da Camargo Corrêa pode revelar esquema de propina em Belo Monte!

BRASÍLIA - O diretor-presidente da Camargo Corrêa, Dalton dos Santos Avancini, vai revelar esquema
de pagamento de propina na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, uma obra de aproximadamente R$ 19 bilhões. O compromisso de apontar desvios em Belo Monte consta do acordo de delação premiada firmado pelo executivo e dois procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato, na madrugada de sábado, em Curitiba. A série de depoimentos da delação premiada de Avancini deve começar nesta terça-feira.
Nas negociações com a força-tarefa, Avancini se comprometeu também a indicar os nomes de pelo menos duas pessoas que teriam recebido propina. As revelações do executivo podem ter forte impacto nos desdobramentos da Operação Lava Jato que, até o momento, tem se concentrado em fraudes na Petrobras. A usina de Belo Monte é a segunda maior obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O vice-presidente da Camargo, Eduardo Leite, que também firmou acordo de delação premiada, deverá confirmar pagamento de propina em obras da empreiteira na Petrobras.
Leite vai reconhecer pagamentos de propina em operações triangulares e até mesmo em negociações diretas com o doleiro Alberto Youssef, um dos principais operadores da movimentação financeira do dinheiro desviado de contratos entre empreiteiras e a Petrobras. Youssef e outros acusados na Lava Jato e investigados já falaram sobre o assunto. O executivo deverá reconhecer os crimes imputados a ele, conforme prevê o acordo, e acrescentar novos detalhes sobre transações escusas relacionadas a contratos com a maior empresa do país. O Globo. Foto: Revista Veja!

------------------CHARLATANISMO -----------------------

“A verdadeira identidade da Igreja Mundial” escancara os hábitos de seu líder, que se autodenomina “apóstolo”, Valdemiro Santiago.
Embora com menos poder do que o semelhante Edir Macedo, Valdemiro, sem dúvida, é dos que possui menos escrúpulos.
Além das enganações habituais e manipulação da fé dos menos dotados de intelecto, o vídeo mostra uma fábrica, do próprio “charlatão” que fabrica os objetos “ungidos” que são vendidos a preços exorbitantes em troca de bênçãos.
Resta saber até quando o Governo brasileiro, em troca de apoio político, continuará permitindo que essa gente enriqueça de maneira escancaradamente fraudulenta.E mais lamentável e ver milhares de pessoas sendo enganadas por esse salafrários, levando seus fieis para o inferno com projetos de, salvação da carne e não da alma.

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Explicações da Celpa sobre reajuste não convencem deputados

Um dia depois da reunião com os executivos da Equatorial Energia sobre os problemas causados pela Celpa aos consumidores paraenses, os deputados estaduais repercutiram na tribuna da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), em tom de indignação, as alegações feitas pela concessionária de energia, no encontro de terça (24).
As queixas quanto aos maus serviços prestados pela empresa e a precariedade do sistema de fornecimento de energia elétrica na Região Metropolitana de Belém e, sobretudo, no interior do Estado, pautaram boa parte dos debates na sessão ordinária de ontem. A grande expectativa na Alepa, agora, é pela realização da sessão especial que voltará a discutir a atuação da Celpa no Pará. A sessão estava marcada para quinta-feira, 5 de março, mas foi transferida para o dia 10 de março, uma terça-feira, para não coincidir com a audiência pública da Câmara dos Deputados, pedida pelo deputado federal Arnaldo Jordy (PPS-PA), que será no dia 5, às 9h, no Centur, também para discutir os problemas da Celpa.
Da tribuna, o deputado estadual Miro Sanova (PDT), disse que em recente viagem ao município de Ulianópolis, no sudeste paraense, visitou escolas que dispõem de aparelhos de ar-condicionado, os quais não funcionam pela falta de energia firme, obrigando os alunos a estudarem sob forte calor, em ambientes abafados. Para Sanova a majoração do valor da tarifa de energia praticada no Pará, uma das mais caras do Brasil, não é de responsabilidade da Celpa, mas da Agência Nacional da Energia Elétrica (Aneel), no entanto, ele foi taxativo ao cobrar maior qualidade nos serviços oferecidos pela empresa aos paraenses.
“A Celpa não está aqui de graça, ela está faturando. Todo paraense sente no bolso o preço que paga. Paga caro e ainda tem um fornecimento de péssima qualidade’’, afirmou o representante do PDT. “O diretor Nonato Castro (da Celpa) veio aqui e nos disse que em quatro anos, ela estará entre as melhores concessionárias nacionais. Torço para que isso aconteça, mas vou acompanhar cobrando, porque hoje ela está na lista das piores em prestação de serviços do País”, completou Sonava.
Líder do Governo na Casa, Eliel Faustino (PSDB) também se mostrou insatisfeito com as razões da empresa em defesa dos atuais valores da tarifa e do atendimento aos paraenses. “Boa parte sem convencimento algum’’, avaliou Faustino. Ele argumentou que o Estado do Pará vem sendo ‘’vilipendiado’’ pelo governo federal, que não abre mão da volumosa carga tributária do setor elétrico nacional. “Nós não ganhamos com a produção de energia. O modelo tarifário nacional não leva em consideração a área ambiental impactada ambientalmente, entre outras questões. A regulação da Aneel aprofunda o abismo entre o Norte e o Sudeste’’, observou o deputado. “Vou cobrar explicações sobre taxa abusiva e a má qualidade do serviço, esse é o nosso papel enquanto deputados’’, assinalou Eliel.
Fonte: Portal ORM

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Assalto ao BB em São Felix do Xingu

Durante a manhã desta sexta-feira (27/02), bandidos armados renderam clientes e a gerência do Banco do
Brasil em São Felix do Xingu, Sudeste do Estado. Após fazer reféns e usá-los como barreira humana, os criminosos usaram mochilas e malotes para sair com o dinheiro da instituição financeira, 3 seguranças da agência também foram rendidos e as armas levadas pelo bando.
Cerca de 8 bandidos teriam participado do assalto, reféns foram levados pelos criminosos, a polícia militar e civil na cidade pediram reforço das cidades de Tucumã e Ourilândia do Norte, um helicóptero de Redenção também deve dar apoio aos policiais locais. Segundo informações os bandidos podem ter usado vicinais para fugir, e evitado a PA279 que liga São Felix a Tucumã.
Nenhuma pessoa foi ferida, a esperança de familiares e amigos, é que os 6 reféns sejam liberados com vida, o veículo usado na fuga é roubado. Na agência bancária os bandidos chegaram a efetuar disparos e quebrar vidros e caixas eletrônicos, outras informações você acompanha a qualquer momento. Por: Felype Adms

HOMEM É ASSASSINADO EM URUARÁ SUSPEITO DE ACERTO DE CONTAS.


Na tarde dessa Sexta Feira por volta das 15 horas, uma execução deixou a população de Uruará apreensiva, um cidadão de 35 anos foi alvejado com 3 tiros na cabeça. Segundo informações a vitima, Ananias Alex Silva Dos Santos, morador do Município de Tailândia no Para, era madeireiro e estava em Uruará a pouco tempo também já trabalhava no ramo madeireiro. Segundo informações os pistoleiros chegaram em uma motocicleta BROSS  vermelha, onde 01 desceu da moto e efetuou 5 tiros acertando 3 na vitima que morreu no local do crime. Até o momento não se sabe os motivos da execução, onde a policia trabalha na linha de acerto de contas, onde a vitima vindo da cidade de Tailândia, pode ter  cometido algum descontentamento na cidade. Mais informação a qualquer momento.

HOMEM E EXECUTADO COM 5 TIRO NA CABEÇA SUSPEITA DE ACERTO DE CONTAS. LOGO MAIS INFORMAÇÕES


Município de Pacaja: MP requer sejam fornecidos merenda e transporte escolar para redes de ensino

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), representado por sua promotora de Justiça Adriana Passos Ferreira, ajuizou nesta quinta-feira, 26, Ação Civil Pública (ACP) com obrigação de fazer ao município de Pacajá e ao Estado do Pará para que sejam fornecidos a merenda e o transporte escolar às redes municipais e estaduais de ensino.
“Através da representação formulada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Pacajá, a Promotoria de Justiça tomou conhecimento na quarta-feira, 25, que estudantes da pré-escola do ensino fundamental e médio da rede municipal e estadual de ensino não estavam recebendo merenda e transporte escola desde o final do ano passado”, esclarece Passos.
A promotora conta também que foi realizada inspeção em diversas escolas do município, tendo em vista a representação recebida. “Dentre as escolas inspecionadas, destacam-se a Escola Estadual de Ensino Médio Dom José Elias Chaves e a Escola Municipal de Ensino Fundamental 10 de Maio”.
Na ocasião das duas visitas, constatou-se que, além do transporte escolar para os alunos da zona rural não estar sendo oferecido, o que provoca a evasão dos estudantes, há uma distribuição de combustível para os alunos que possuem moto. Sem contar que, como não há merenda escolar nas escolas municipais e estaduais, as crianças estão sendo liberadas mais cedo para se alimentarem em casa.
Dada às circunstâncias, foi feita inspeção na Secretaria Municipal de Educação (Semec) de Pacajá para verificar onde era armazenada a merenda escolar, quando foi confirmado que o estoque estava praticamente vazio.Em resposta, a Semec relatou que aguardava conclusão de procedimento licitatório – requisitado em outubro de 2014 – para poder regularizar a situação. No entanto, nenhum processo de licitação foi encontrado, sob a justificativa de entraves burocráticos, fosse a respeito da merenda ou do transporte escolar.Passos conclui, então, que “apesar das inúmeras explicações, o fato é que o município de Pacajá e o Estado do Pará, não importa a razão, estão sem fornecer a merenda e transporte escolar, cuja parte das verbas provém da União, Estado e a outra parte, do Município. Desta forma, está havendo o descumprimento de diversas normas do nosso Ordenamento Jurídico”. Tendo em vista as apurações pela Promotoria, foi requerida que seja fixada multa diária no valor de 10 mil reais, bem como a expedição de mandado de prisão em flagrante delito contra qualquer pessoa representante legal dos réus e o responsável pelo fornecimento das merendas e transporte, caso haja rsistência ao cumprimento da medida cautelar concedida. Texto: Fernanda Palheta (graduanda em jornalismo) com informações da PJ de Pacajá

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Decisão judicial pode tirar WhatsApp do ar em todo o Brasil

Processo corre em segredo de Justiça e a empresa de telefonia tentar cassar a decisão tomada por juiz do Piauí
Uma decisão da justiça do Piauí pode tirar o WhatsApp do ar em todo o Brasil. Segundo reportagens dos sites O Globo e Época, o juiz Luiz Moura Correia determinou que a TelefônicaVivo suspenda o acesso ao serviço de mensagens, que pertence ao Facebook.
Uma foto do mandado judicial foi publicada no site da Época. O texto diz:
"Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial, em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados"
Na foto, não é possível ver o nome da operadora, que estaria no cabeçalho do mandato. Isso traz a suspeita de que o mesmo documento pode ter sido enviado também a outras empresas de telecomunicações.
O texto também não diz qual seria o motivo para o bloqueio. A Época afirma que a razão para isso é que o processo que determinou a suspensão corre em sigilo na justiça.
A decisão teria sido tomada em 11 de fevereiro e comunicada à telefônica no dia 19. A empresa estaria, agora, numa batalha judicial para cassar o mandato.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Corpo é encontrado em estado de Decomposição a 3,5 km da cidade de Placas

Vítima já estava em estado de decomposição, com as mãos e pés amarrados indícios de tortura, aparentemente a vítima foi assassinada em outro local e desovada próximo da cidade.
Nesta terça feira dia 24 de Fevereiro de 2015 POR VOLTA DAS 15:00 horas O pecuarista E.S.C, encontrou um corpo em estado de decomposição em uma de suas propriedades localizada na Rodovia Transamazônica à 3,5 km da cidade de Placas, o corpo estava a aproximadamente 15 metros da sede, o pecuarista afirmou que atualmente ninguém reside no local, e que ao chegar na propriedade viu um grande numero de urubus, e foi verificar achando que poderia ser uma de suas reses, e ao chegar no local encontrou o corpo. Em seguida o mesmo se dirigiu a Delegacia da Cidade de Placas e informou o ocorrido a Policia Civil. Seguiram para o local o Investigador Fagner André dos Anjos e o Oficial de Justiça Weslei Fernando Barros, chegando no local encontraram o corpo de um Homem com idade entre 30 e 40 anos, com as mãos e pés amarrados, o corpo estava de bruços, com a face no chão, o que favoreceu o estado de decomposição do rosto. O corpo não tinha nenhuma identificação, nem carteira ou documentos, a face estava irreconhecível, ele estava usando uma bermuda estampada e uma camisa vermelha.
O investigador Fagner afirmou que aguarda laudo médico para confirmar a causa da morte, mas afirmou que foi uma execução, e a morte foi violenta e com indícios de tortura. E, segundo as primeiras investigações afirmaram que a vítima foi assassinada em outro local e o corpo foi abandonado (desovado) na propriedade, pois o capim ficou amassado formando uma trilha no local onde provavelmente o corpo foi arrastado. A policia Civil até o momento está tomando o depoimento dos vizinhos e trabalhadores da propriedade em busca de alguma suspeita, mas o Investigador Fagner afirmou que por enquanto não dá para seguir uma linha de investigação, pois sem a identificação do corpo não dá para investigar se a vítima tem envolvimento em alguma coisa ilicita, ou se tinha algum inimigo ou suspeito.
Portanto se alguém do município de Placas ou de alguma cidade vizinha está desaparecido, os parentes podem procurar a Delegacia de Placas para fazer a identificação, se alguém reconhecer a vítima pelas roupas pode denunciar na Delegacia que sua identidade ficará em sigilo.
A vítima foi sepultada como indigente no cemitério municipal Bartolomeu de Oliveira, ainda na terça feira dia 24 por volta das 19 horas e 30 Minutos, pois devido ao avançado estado de decomposição não dava para mantê-lo no necrotério por muito tempo. Esse foi um crime bárbaro e que chocou os que viram o corpo da vítima.  Por Gilberto Leite
 ---------CASO LILIANE AINDA SEM RESPOSTA---------
Jovem Liliane Freire de 18 anos teve morte fatal ocasionado por um tiro de um revolver 38 em seu rosto no ultimo dia de 2014, onde seu esposo é o principal suspeito de ter assassinado a vitima.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Operação Castanheira – Considerado o maior desmatador da Amazônia é preso em Novo Progresso

Em outra operação com a participação da Policia Federal, Ibama e Força Nacional com objetivo de cumprir três mandados de prisão em desfavor a ;Ezequiel Castanha, Edivaldo Dalla Riva(Paraguaio) e Geovani Marcelino Pascoal, foi realizada neste sábado(21/02) em Novo Progresso.
Dois foram presos, o empresário Ezequiel Castanha e Edivaldo Dalla Riva(Paraguaio), o terceiro , Geovani Marcelino Pascoal (Giovane do Hotel Miranda) não foi encontrado. Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pelo Juiz Federal Titular de Itaituba Dr. Rafael Leite Paula.
O Jornal Folha do Progresso acompanhou todo o desenrolar da operação.
Conforme as informações do coordenador da base do Ibama de Novo Progresso Ademir Guarniero, já existia mandado de prisão preventiva para Edivaldo Dalla Riva(Paraguaio) decretada na Operação Castanheira em Agosto de 2014 , Edivaldo estava foragido, e com a chegada da policia não ofereceu resistência e ficou preso na sede do Ibama de Novo Progresso..
Ezequiel Castanha, foi encontrado fora do seu domicilio em ambiente de trabalho em uma chácara no bairro Jardim América por volta das 18h00min deste sábado (21), aonde solicitaram para que o mesmo acompanhassem até a sede do Ibama, Castanha também não ofereceu resistência, ao chegar no Ibama foi lhe dado voz de prisão.
Para prender o empresário Geovani Marcelino Pascoal, foi feito duas buscas, no Hotel de sua propriedade na avenida Jamanxim , outra em sua residência na avenida Pará próximo do Chopão, a Policia Federal, Ibama e Força Nacional fizeram plantão até a 01:00 da manhã deste domingo (22), Giovane não apareceu.
Guaniero comentou que a esposa de Giovani e seu advogado afirmaram que o mesmo iria se apresentar, a partir de agora Giovani já é considerado um foragido da Policia.
Essas pessoas são considerados pelo Ibama como desmatadores compulsivos e estão respondendo na justiça por desmatamento em potencial em cometimento de prática ilícita ambiental. Qualquer decisão posterior será dada pela Justiça, finalizou o coordenador da Base do Ibama em Novo Progresso Ademir Guaniero. Ezequiel Castanha e Edivaldo Dalla Riva(Paraguaio) estavam presos na sede do Ibama a disposição da Justiça, as 14:30 de hoje(domingo) foram levados de helicóptero pelos agentes federais para o município de Itaituba e posteriormente para a sede da Policia Federal de Santarém.
Operação Castanheira
A Operação Castanheira foi deflagrada pela Policia Federal em agosto de 2014 , na operação 22 mandados de busca e apreensão, 11 de prisões preventivas, 3 prisões temporárias e 4 conduções coercitivas foram cumpridas, Em Novo Progresso das 11 pessoas envolvidas somente seis forma presos. Considerado chefe da quadrilha, Ezequiel Castanha, conseguiu fugir , chegou ser considerado foragido da justiça Brasileira, procurado pela Interpol , posteriormente se apresentou pagou fiança e foi liberado. Além de Novo Progresso/PA, diligências foram realizadas também em cidades de São Paulo, Paraná e Mato Grosso. Os envolvidos são considerados os maiores desmatadores da Amazônia brasileira atualmente e foram indiciados pelos crimes de invasão de terras públicas, furto, sonegação fiscal, crimes ambientais, falsificação de documentos, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Somadas, as penas podem ultrapassar os 50 anos de reclusão aos condenados. Participam da ação 96 policiais federais e 19 servidores do Ibama. O nome da operação é uma alusão à árvore castanheira que é protegida por lei e símbolo da Amazônia, abundante na região de Novo Progresso.
Por: Jornal Folha do Progresso /Fotos: Juliano Simionato

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Após viagem de 5 mil km, novo rotor gigante chega a Belo Monte

Após percorrer 5.269 quilômetros de Taubaté (SP) a Vitória do Xingu (PA), chegou na terça-feira
(17/2) à Usina Hidrelétrica Belo Monte uma nova peça gigante da obra, o rotor da turbina da primeira Unidade Geradora da Casa de Força Principal. A peça de 320 toneladas de aço, oito metros e meio de diâmetro e cinco metros de altura, foi levada à área de estocagem de equipamentos do Sítio Belo Monte a bordo de uma carreta com 16 eixos, com 256 pneus, que percorreu seis quilômetros da Estação de Transbordo de Carga da Norte Energia, no rio Xingu, até o interior do canteiro de obras.
O transporte do rotor da Turbina da Unidade Geradora 1 do Sítio Belo Monte começou no dia 24 de novembro de 2014. Da fábrica da Alstom, em Taubaté (SP), a peça foi levada por terra para o Porto de Santos (SP), de onde seguiu de navio até o porto de Belém (PA). Na etapa final, até Vitória do Xingu (PA), foi utilizada uma balsa reforçada.
Este é o segundo rotor de 320 toneladas que chega ao canteiro de obras do Sítio Belo Monte. O primeiro, destinado à segunda Unidade Geradora, foi produzido em Manaus (AM). Entre os dias 14 de janeiro e 4 de fevereiro, a peça fez um trajeto de 913 quilômetros entre a fábrica da Voith Hydro Brasil e a área de estocagem, sendo 890 quilômetros pelos rios Amazonas e Xingu. O rotor é a parte que gira com o movimento da água e transfere o movimento para o gerador, que converte a energia mecânica em elétrica.
Em construção pela Norte Energia, a UHE Belo Monte encerrou 2014 com 70% das obras civis concluídas. Quando estiver em plena operação, em 2019, a maior hidrelétrica genuinamente brasileira terá capacidade instalada de 11.233,1 MW, distribuídos em duas casas de força: a Principal, no Sítio Belo Monte, com capacidade instalada de 11 mil MW, e a Complementar, no Sítio Pimental, com 233,1 MW. A energia gerada beneficiará o equivalente a 60 milhões de brasileiros. Stefany Bragança

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Chacina no Pará: Seis pessoas da mesma família são assassinadas


Um casal, seus três filhos mais um sobrinho, com idades de 11, 12, e 14 anos, foram mortos com golpes de facadas no assentamento da Fazenda Estiva. As vítimas despareceram na madrugada de terça (17) e os corpos foram encontrados no mesmo dia, em um rio que passa na área. Segundo o delegado Antônio Miranda Neto, Superintendente da Polícia Civil Regional do Araguaia, o crime foi motivado por conflitos entre os próprios colonos do assentamento.
Um dia depois do crime, as casas amanheceram fechadas no terreno em Conceição do Araguaia. Os moradores saíram do local com medo. O casal Washington da Silva, de 40 anos, e Leidiane Soares, de 30 anos, três filhos e um sobrinho foram assassinados no assentamento. Os corpos das seis pessoas da mesma família serão enterrados em Redenção. De acordo com a polícia, dois homens armados invadiram a casa, amarraram as vítimas e levaram todos para a mata onde a família foi mutilada por golpes de facão. os criminosos jogaram os corpos no rio. três tinham marcas de bala. “A gente fica muito triste porque é um assentamento novo, tem de tudo para crescer e de repente acontece uma barbaridade dessa”, lamenta Juarez Sousa, agricultor.
Os corpos foram analisados pelo Instituto Médico Legal (IML) em Marabá.
“É muito triste. Uma tragédia dessa não é qualquer um que vai suportar”, disse Genoval Pereira de Sousa, parente das vítimas. A família vítima da cachina era de Redenção e havia se mudado há cerca de três semanas para a zona rural de Conceição do Araguaia. De acordo com o Incra, o terreno está em fase de desapropriação para a reforma agrária. Segundo a polícia, a família vivia em um lote disputado por dois irmãos. Eles teriam abandonado a área, mas estariam querendo o terreno de volta. De acordo com as investigações, os irmãos contrataram dois pistoleiros para matar a família. “O motivo do crime seria essa insatisfação com a transferência do lote. A família beneficiada, do Oziel e do Oliveira, perderam o benefício por ter abandonado o lote, e a família das vítimas, por estar cadastrada junto ao Incra passou a assumir esse lote”, disse Antônio Miranda, delegado. “A justiça nesse caso tem que ser feita. A gente tem que exigir justiça. A sociedade não pode calar, é uma hora de gritarmos ainda mais pela reforma agrária verdadeira, onde cumpram leis”, disse Paulo Joanil, coordenador da Comissão Pastoral da Terra. G1-Para

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Policia militar realiza parto de emergência no ultimo dia de carnaval em Anapu

Policiais da 16ª Companhia Independente da Policia Militar do Pará, sediada em Anapu, durante
Sargento Romildo e os Soldados Claudio e Odair.
operação de segurança nas festividades carnavalescas do município, foram solicitados por voltas da 03.30 da madrugada desta quarta feira (18) a se dirigir ao Bairro Imperatriz, onde a jovem Rosana Sousa Ciqueira, de 19 anos estava em trabalho de parto.
Ao chegar ao local, os policiais, Sargento Romildo e os Soldados Claudio e Odair, constataram que não teriam tempo de encaminhar a gestante ao hospital e o parto emergencial foi realizado no interior da residência da jovem, que deu a luz a uma menina. Após o nascimento mãe e bebê, foram conduzidas na viatura da Policia Militar para o Hospital Municipal, e passam bem. O comando da 16ª Companhia Independente da Policia Militar é do Major Wagner Almeida, que apoiou a ação e parabenizou os policiais. Por Sandro Macedo

Deputado solicita desarquivamento da PEC 327/13 que cria o Estado do Tapajós

Chapadinha fez pronunciamento no ultimo dia 10, na Tribuna da Câmara Federal
Deputado Federal chapinha
Para quem pensava que o sonho de emancipação (criação do Estado do Tapajós) estava acabado, eis que surge uma nova esperança. Na terça-feira  dia (10), na tribuna da Câmara Federal, o deputado federal Chapadinha solicitou o desarquivamento da PEC 327/13 que trata da criação de novos Estados. Em síntese, com a aprovação da PEC, somente a área diretamente interessada passa a votar no Plebiscito. Com isso, daremos continuidade na luta pela criação do nosso tão sonhado Estado do Tapajós. O plebiscito pela criação dos estados do Tapajós e Carajás aconteceu no dia 11 de dezembro de 2011, com o resultado contrário à divisão do Estado do Pará. Muitos pensavam que com o término do mandato do deputado federal Lira Maia as esperanças iriam se acabar. Mas a luta por nossa emancipação vai continuar com o deputado federal Chapadinha, que afirmou em recente entrevista à nossa reportagem que vai lutar com todas as forças pela criação do Estado do Tapajós.Fonte: RG 15/O Impacto

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Professora mata namorado de 16 anos com uma facada em Aveiro.

O crime ocorreu na cidade de Aveiro na madrugada de hoje, por volta das três horas. Eles estavam namorando há pouco tempo e na madrugada deste domingo (15) o conturbado relacionamento terminou em tragédia. A briga teve início numa festa em que o casal participava por causa de ciúme. A professora Ednaira Mercês Cavalcante, 31 anos, uma das coordenadoras do Sintep de Aveiro, foi dançar com um amigo despertando o ciúme em Jackson Ricardo, que se retirou da festa deixando a namorada. Mas a professora foi atrás e ainda na rua iniciaram um bate boca seguido de agressões físicas. Já em casa a briga continuou com agressões mútuas e em dado momento a professora desferiu um único golpe certeiro com uma faca de serra no peito acertando o pulmão da vítima que morreu ao ser atendido no Hospital de Aveiro.
Ela foi encaminhada para Itaituba onde prestou depoimento ao escrivão Haroldo. E a principio usou a tese de que seria suicídio, afirmando que seu namorado tinha se matado, mas o policial usando de sua experiência e uma certa estratégia psicológica não aceitou a versão e fez sucessivas perguntas que acabaram induzindo Ednaira a confessar que de fato ela tinha assassinado Jackson, mas alegou que estava sendo espancada por ele e se tratou de legítima defesa.
O corpo da vitima chegou por volta do meio dia deste domingo em uma lancha da Ação social de Aveiro acompanhado por membros do Conselho Tutelar. A professora teve contra si a lavratura do flagrante e será encaminhada à Cadeia Pública por crime de homicídio. O caso foi trazido para Itaituba pelo escrivão Manuel Filho e pelo investigador Antônio Lira lotados na delegacia de Aveiro.
Fonte: Crédito do texto e fotos-Nazareno Santos 

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Caminhonete furtada em Porto Velho é usada no assalto ao banco do Basa em Ruropolis

Agentes da Policia Civil do 1º DP de Porto Velho em trabalho conjunto com a Polícia Civil do estado do Pará checaram à informação de que um automóvel, caminhonete modelo Hylux SW4 de cor branca,
roubado em Porto Velho foi usado no assalto a agência do banco Basa, na cidade de Rurópolis, região sudoeste do Pará na última quarta-feira (11).
A ação dos bandidos durou cerca de 40 minutos e deixou a população da cidade, muito assustada. Os bandidos invadiram a agência bancária no modo de “novo cangaço”, onde pegaram clientes, funcionários e outras pessoas como reféns e fugiram levando grande quantidade em dinheiro.
Vários tiros de armamento pesado como fuzil, metralhadora e pistolas foram efetuados para intimidar os moradores. Para fugir os bandidos usaram 02 automóveis, sendo um dos veículos é da cidade de Porto Velho – RO,onde possui restrição de roubo.
Segundo a policia de Rondônia, há fortes indícios de que o chefe do bando que efetuou este assalto seja o perigoso assaltante, José Hamilton da Silva o popular “Cearazinho”, que fugiu no mês de janeiro do presidio Urso Branco em Porto Velho. A polícia apurar mais informações sobre o caso.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

10 anos sem Dorothy Stang tem caminhada e protesto em Anapu

Em dez anos, muita coisa mudou em Anapu, cidadezinha às margens da rodovia Transamazônica onde Dorothy Stang viveu por 40 anos e onde foi assassinada com seis tiros à queima-roupa na manhã de 12 de fevereiro de 2005. Muita coisa mudou por causa da vida e da morte da missionária. A começar pelos Projetos de Desenvolvimento Sustentável Esperança e Virola-Jatobá, os assentamentos com mais de 400 famílias que só foram reconhecidos pelas autoridades federais após o crime. Até hoje enfrentando ataques de madeireiros – que pioraram muito com as obras da usina de Belo Monte – os assentamentos precisam de vigilância constante e foram instaladas até guaritas na estrada.
Há mudanças visíveis também nas condições de vida dos moradores, migrantes que chegaram em Anapu na década de 90 sem nada, estimulados pelas promessas do governo Fernando Henrique, de que a usina de Belo Monte traria prosperidade. Da usina, iniciada por Lula, só conhecem os impactos negativos, mas da resistência contra fazendeiros e madeireiros obtiveram algumas vitórias e hoje moram e produzem nas próprias terras. O assentamento fica a 50 quilômetros da cidade que por muitos anos foi dominada por grandes grileiros de terra financiados pelo governo brasileiro por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). Em 1999, já perto da extinção dos financiamentos, grandes fazendeiros conseguiram mais de R$ 75 milhões de verbas do estado brasileiro para desmatamento e concentração fundiária.
“O que se vê nestes 50 quilômetros é um rastro de miséria deixado por projetos de pecuária que não deram certo. As pessoas que se voltaram para o gado não conseguiram desenvolvimento econômico. O PDS Esperança é o verdadeiro projeto de reforma agrária para a Amazônia. Por isso é alvo de tanta cobiça por parte de fazendeiros e madeireiros”, diz Felício Pontes Jr, procurador do Ministério Público Federal no Pará que acompanhou toda a luta de Dorothy e segue acompanhando a vida dos moradores do PDS.
Dez anos depois, no dia de comemoração e protestos que marca a data do assassinato, Pontes está de volta a Anapu. Ele participa de missa e caminhada lideradas por antigos companheiros de Dorothy Stang, como o padre Amaro Lopes, a freira Jane Dwyer e o bispo dom Erwin Krautler. “Ainda há uma pressão muito grande dos madeireiros em cima daquela área. Até a morte de Dorothy os madeireiros tentavam atacar a área com papéis, títulos falsos. Depois, a estratégia mudou. Agora eles tentam infiltrar no assentamento trabalhadores de madeireiras como se fossem assentados, colonos da reforma agrária”
“10 anos não endireitam 40 anos de corrupção, grilagem e invasão de terras públicas, violência, crime organizado, ameaças e repressão. Cobramos a volta do posto autônomo do Incra em Anapu, um posto coordenado por pessoas honestas, de coragem e firmeza”, diz a nota distribuída pela Comissão Pastoral da Terra, da qual Dorothy fazia parte. A CPT também cobra mais firmeza do governo federal no processo de retomada das terras da União leiloadas por meio dos Contratos de Alienação de Terras Públicas (CATPs), herança, como a Sudam da política de desmatamento e concentração fundiária do governo militar na região da Transamazônica.
Até hoje, perduram muitos conflitos entre moradores das áreas da União – fora dos assentamentos já reconhecidos – e pretensos titulares desses contratos. De acordo com os cálculos da CPT, são mais de 700 famílias vivendo sob ameaça de grileiros que se dizem donos das terras por meio dos
CATP's.

Cacau e feira livre em Uruará são apostas para desenvolvimento do Xingu (PA)

A ampliação da atividade cacaueira na região do Xingu (PA) e a estruturação de uma feira livre em Uruará (PA), pelo Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRSX), são as grandes apostas da Câmara Técnica de Fomento às Atividades Produtivas (C3) para o ano de 2015.
Coordenada pelo Ministério da Integração Nacional (MI), a C3 atua no fomento à agricultura familiar, estruturando diversos eixos da cadeia produtiva e fomentando o desenvolvimento regional.
O montante de R$ 9,6 milhões a ser investido na execução das ações faz parte dos recursos destinados à compensação social e econômica da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na região.
"Nosso papel à frente da Câmara Técnica é garantir a estruturação de processos produtivos com potencial de inclusão social e aproveitamento sustentável dos recursos naturais na região do Xingu", explica a secretária de Desenvolvimento Regional do MI, Adriana Alves.
Segundo o coordenador da C3, Thiago Carneiro, 30 projetos foram analisados e classificados, de acordo com os critérios estabelecidos no edital de 2014.
"Buscamos selecionar as duas ações de maior impacto socioeconômico na região, para atender produtores de Altamira, Anapú, Brasil Novo, Gurupá, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu", afirma.
Cacauicultura
A cacauicultura no Xingu teve início no final dos anos 1960, com o plantio de pequenas áreas por iniciativa dos próprios agricultores. Atualmente, a região responde por mais de 30% da produção nacional.
"Apesar do volume produzido, o percentual está abaixo do potencial da região. O objetivo do projeto é estruturar a cadeia produtiva de cacau, com ênfase na ampliação e no melhoramento da produção de subprodutos, como as amêndoas, e revitalizar as lavouras decadentes, tendo como foco a sustentabilidade", explica Thiago Carneiro.
Feira livre
Já a construção da Feira Livre sediada em Uruará tem como foco atender os pequenos produtores rurais da região, com a exposição e a venda de produtos derivados da agricultura familiar.
A estruturação comercial será combinada com a armazenagem e secagem de grãos, possibilitando a atuação dos agricultores em todas as etapas até a comercialização.
"O projeto combina várias ações de reconversão de áreas degradadas através da extensão de tecnologias de produção automatizadas, estimulando as potencialidades ambientais dos recursos da região. Ao mesmo tempo, tem uma dimensão social muito forte traduzida no impacto sobre o modo de produção, armazenamento e comercialização agrícola, reduzindo as desigualdades socioeconômicas e fomentando práticas inclusivas e o uso sustentável dos recursos naturais", finaliza Carneiro.
A expectativa é que as ações sejam implementadas no primeiro semestre de 2015. Além do MI, a Câmara Técnica de Fomento às Atividades Produtivas (C3) é formada por Ministério da Pesca e Aquicultura, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater - Pará) e outras instituições locais.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Polícias Civil e Militar prendem taxista acusado de estuprar criança em Porto de Moz

As Polícias Civil e Militar de Porto de Moz, região do Baixo Amazonas, prendeu em flagrante, Antonio
Carlos Patrício, de 52 anos, conhecido como "Gilson Taxista", acusado de pedofilia e estupro de vulnerável. Ele é apontado como autor de violência sexual contra criança de 9 anos e de fazer registros de fotos da vítima despida.
Gilson é apontado como suspeito de cometer o mesmo crime contra outras vítimas sempre da mesma forma, oferecendo dinheiro e brinquedos para atrai-las. "O acusado já respondia na Justiça por crime semelhante praticado em 2011, tendo como vítima três crianças, porém estava em liberdade provisória", explica o delegado Mhoab Azevedo Lima, titular da Delegacia de Porto de Moz.
Participaram da operação, além do delegado, o subtenente Odenil Ferreira Borba, comandante da Polícia Militar do município e o conselheiro tutelar Danielson da Silva Pereira.
 

QUARENTA MINUTOS DE PÂNICO! AGÊNCIA DO BASA MAIS UMA VEZ ASSALTADA

Hoje, quarta-feira (11/02/2014), Mais uma vez, e sem nenhuma resistência, uma quadrilha fortemente armada invadiu a agência do Banco da Amazônia, aqui em nossa cidade. Os assaltantes, como sempre
Os tiros foram deferidos a ermo, alcançando o comercio local, residências e veículos que estavam estacionadas nas proximidades. Os criminosos fugiram tranquilamente em duas caminhonetes, pegando a Rodovia Santarém/Cuiabá – Ramal Norte, e logo adentraram na Vicinal Vale Verde, que fica a poucos metros da saída da cidade. Na primeira ponte, queimaram um veículo e soltaram dois reféns; na segunda ponte queimaram outro veículo e soltaram os reféns restantes. Foram levados como refém, o gerente Ronaldo Sousa, os funcionários Celson, Gomes, Abdenags Ferreira e Haroldo, além dos seguranças Enoque Silva Santos e Joel Lira. Os bandidos chegaram em SW4, com Placa de GI Paraná - Rodonia, OHO6188 e uma S10, com Placa não confirmada.
Na fuga, ainda levaram a Hilux do senhor Celso, funcionário da agência. O delegado de Policia Civil, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, nos informou que neste momento está ouvindo o Gerente do Banco da Amazônia, as vítimas (reféns) e testemunhas do caso. O valor roubado ainda não foi contabilizado. De acordo ainda com o DPC Ary Vital, a Polícia Civil e Militar, estão fazendo uma varredura na zona rural e urbana, bem como acionou reforços e uma equipe de peritos. O delegado continua na Agencia Bancária, deflagrando as primeiras diligências investigativas na coleta de vestígios juntamente com o escrivão. Um helicóptero da Policia Militar chegou por voltas das 12:00 horas, para dar apoio nas buscas.
encapuzados, renderam todos que se encontravam dentro daquela casa de crédito. Os assaltantes deram verdadeiro show e brincaram com todos que estavam ali para assistir o espetáculo. Durante a ação criminosa, os assaltantes desferiram inúmeros tiros, no intuito de intimidar a todos aqueles que porventura estivessem pensando em alguma resistência.
Informações Manuel Cleudes - Fotografias: Frank Ewerton

Acusados de estupro é esfaqueado em Altamira

Por volta das 21:40h desta terça-feira (10/02) em Altamira, um homem percebeu que um homem estaria
praticando um estupro na Orla, imediatamente ele gritou e pediu para que soltasse a criança, o acusado então correu mas foi alcançado depois de entrar em uma casa, o homem que viu a situação não desistiu e entrou atrás do acusado desta vez com uma faca, outras pessoas na rua se juntaram e por muito pouco não mataram o acusado.
Já na rua Coronel José Porfirio, houve correria e gritaria, desesperado o acusado entrou em outra casa, a polícia militar chegou e encurralou o acusado, na foto, mostra o momento em que esse acusado recebe os cuidados dos bombeiros, ele foi cortado nos braços e nas partes íntimas. A criança foi levada para os familiares, o acusado para o hospital e em seguida deve ser apresentado na delegacia de polícia civil, se comprovado o estupro, ele deve ficar preso. Por: Felype Adms.

Assalto ao Banco da Amazônia em Rurópolis

O Banco da Amazônia da cidade de Rurópolis - Pa, foi assaltado na manhã desta quarta feira dia 11 de Fevereiro de 2015. Segundo informações, um grupo de assaltantes fortemente armados chegaram na cidade tocando o terror. Ao chegar em frente a agencia do Banco da Amazônia começaram a atirar para todos os lados com o intuito de intimidar a Policia Militar e apavorar a população. Segundo informações, o assalto durou em média 30 minutos, e enquanto alguns assaltantes estavam dentro da agencia efetuando o assalto, outros estavam com os reféns em frente da agencia. Após o assalto os assaltantes fugiram em duas caminhonetes levando reféns, deixaram para traz a agencia parcialmente destruída e a população apavorada.
A policia seguiu os bandidos a distancia, e segundo as primeiras informações os bandidos entraram na vicinal do Vale Verde, Vicinal que dá acesso a cachoeira do Grim, ponto turístico bem conhecido do Município de Rurópolis.. Por Gilberto Leito

URGENTE! AGORA...Assalto em andamento no Banco da Amazônia em Rurópolis Transamazônica.

De acordo com as primeiras informações,o assalto segue em andamento no BASA em Rurópolis na região da transamazônica BR230.
Pelo menos 11 bandidos fortemente armados teriam invadido a agencia bancária. Duas viaturas policiais cercaram as mediações do prédio onde funciona o banco, O helicóptero da polícia e Grupo tático Operacional da PM de Santarém se deslocaram agora pouco para a sede da pequena cidade de Rurópolis.
Mas os ladrões deixaram o local levando vários funcionários do BASA. A qualquer momento mais informações.

Prefeito de Medicilândia é o novo presidente do Consorcio Belo Monte.

A terça feira(10) foi marcada pela eleição da presidência do Consorcio Belo Monte que compõe os doze municípios de abrangência da Hidrelétrica Belo Monte.
Em eleição realizada no último dia dez de fevereiro, a Associação do Consórcio Belo Monte (CBM),que reúne os doze municípios do entorno da Usina Hidrelétrica na região do Xingu, elegeu seu novo presidente. Nilson Daniel o conhecido (Gaúcho) prefeito de Medicilândia a noventa e seis quilômetros de Altamira é o novo presidente do Consórcio, tendo como vice Antônio Mares. Os prefeitos elegeram Nilson Daniel por unanimidade.
O prefeito de Medicilândia reconheceu os trabalhos desenvolvidos pelo ex presidente do (CBM), Domingos Juvenil. Ele afirmou ainda que os projetos de união e desenvolvimento regional deixados por Juvenil vão continuar.
O vice presidente da Associação Antônio Mares reafirmou os compromissos da nova diretoria do Consórcio.
O prefeito de Altamira que presidiu o Consorcio Belo Monte por dois anos fez uma avaliação dos trabalhos e pretende continuar contribuindo com os trabalhos da Associação. Juvenil fez questão de dá ênfase na quantidade de recursos que ele deixou no cofre do Consorcio Belo Monte, mais de meio milhão de reais.
O Consórcio Belo Monte, é uma associação dos Municípios que serão impactados, direta e indiretamente, pelo Projeto de construção e funcionamento do UHE BELO MONTE, na região do Xingu. Foi fundado em Dezembro de 2001 devido a grande preocupação com o projeto hidrelétrico. O Consorcio tem como principal função fiscalizar tudo que envolve o empreendimento, desde os estudos até a liberação das licenças das obras. Foto e informações: Sidalécio Souza

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

*********************COMUNICADO***************************

A Polícia Federal em Altamira/PA informa que não haverá atendimento no Setor de Passaportes nos dias 18, 19 e 20 de fevereiro.
ASSESSORIA DE IMPRENSA DA POLICIA FEDERAL EM ALTAMIRA/PA
Tel.: 93 35155889


sábado, 7 de fevereiro de 2015

Fatalidade em acidente de trânsito

Fabio Adriano e um vigilante da Prefeitura de Altamira morreram em um grave acidente na saída da cidade (sentido Brasil Novo), o carro de passeio em que eles estavam saiu da pista e bateu em um caminhão que estava parado na lateral da pista em frente a um motel próximo ao Bairro Bela Vista.
A colisão aconteceu por volta das 6h da manhã deste sábado (07/02) e movimentou todas as equipes dos bombeiros de Altamira, equipes foram usados para cortar as ferragens e retirar as vítimas de dentro do carro, a remoção dos corpos foi feita por uma equipe do IML de Altamira, agentes do Demutram tiveram que controlar o trânsito para evitar outras colisões curiosos se aglomeraram na pista.Por: Felype Adms.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Rotor de 320 toneladas já está no canteiro de Belo Monte


A Norte Energia concluiu nesta quarta-feira (04/2) a operação de transporte do rotor da segunda Unidade Geradora da Casa de Força Principal da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A peça de 320 toneladas, oito metros e meio de diâmetro e cinco metros de altura chegou à área de estocagem de equipamento do Sítio Belo Monte a bordo de caminhão com 16 eixos, que percorreu seis quilômetros desde a Estação de Transbordo de Carga da Norte Energia, no rio Xingu.
Esta foi a última etapa da operação iniciada no dia 14 de janeiro, quando o rotor começou a ser transportado da fábrica da Voith Hydro Brasil em Manaus (AM) rumo a Vitória do Xingu (PA). Uma balsa reforçada foi utilizada para realizar o transporte pelos rios Amazonas e Xingu. No total, foram percorridos 890 quilômetros até o Sítio Belo Monte.
Em aço inoxidável, o rotor é a peça mais importante da turbina, o núcleo gerador de energia em uma hidrelétrica. As pás do equipamento recebem a água do rio e transformam a energia mecânica em energia cinética, que é transmitida ao rotor do gerador para produzir energia elétrica.
Em construção pela Norte Energia, a UHE Belo Monte encerrou 2014 com 70% das obras civis concluídas. Quando estiver em plena operação, em 2019, a maior hidrelétrica genuinamente brasileira terá capacidade instalada de 11.233,1 MW, distribuídos em casas de força: a Principal, no Sítio Belo Monte, com capacidade instalada de 11 mil MW, e a Complementar, no Sítio Pimental, com 233,1 MW. A energia gerada beneficiará cerca de 60 milhões de brasileiros.
Stefany Bragança,Gerência de Comunicação Norte Energia

Custeio da iluminação pública deve ter mais controle




Os municípios paraenses devem aperfeiçoar seus mecanismos de gestão do Sistema de Iluminação Pública. A afirmação foi feitapelo executivo de Relacionamento Norte João de Deus Lobato Júnior, da Rede Celpa, no Pará, em palestra a diretores, assessores e servidores do TCM-PA, na manhã desta sexta-feira 30/01, na sede da Corte de Contas, em Belém. O encontro serviu também para apresentar os conceitos sobre o faturamento da iluminação pública e da arrecadação da Contribuição de Iluminação Pública (CIP), e explicar como funciona atualmente o encontro de contas e repasses da CIP entre a concessionária e as prefeituras paraenses.
COMO FUNCIONA
A importância desse alerta se justifica por causa de problemas que municípios da região têm enfrentado para manter a conta de modo superavitário, e porque o Tribunal é o órgão competente para fiscalizar a aplicação desses procedimentos.
A situação ficou mais definida desse modo desde dezembro de 2002, quando foi acrescentada emenda à Constituição brasileira, EC Nº 39, instituindo contribuição para custeio do serviço de iluminação pública nos municípios e no Distrito Federal. A própria Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) definiu através da Resolução 414, de 2010, que o sistema de iluminação pública municipal é composto da soma de equipamentos instalados nos municípios, que são lâmpadas, reatores e relés. Parque de Iluminação Pública do Município é o nome atribuído a esse conjunto.
CONTROLE
Para José Maria Braga, Técnico de Controle Externo do Tribunal e estudioso da matéria, esse controle importa muito. “O município tem que ter lei específica sobre o tema; deve discriminar na prestação de contas uma conta bancária específica de toda a arrecadação da CIP e a funcional-programática do Parque de Iluminação Pública do município. Significa aqui identificar a função, a subfunção, o programa, a ação e o subtítulo (localização de cada gasto) para os quais o recurso foi destinado”, explica o servidor. Disse ainda que isso garante que toda a arrecadação da CIP pague a fatura do consumo de energia do município e empregue o restante arrecadado para o efetivo e exclusivo custeio do serviço de iluminação pública. “Desviar esses recursos para outras finalidades da administração do município colocará o sistema sob risco, além de desobediência aos institutos legais sobre o assunto”.
NÚMEROS
Segundo a Rede Celpa, o mercado de energia elétrica no Pará corresponde hoje a 14,7% de todo o território nacional (cerca de 1.247.955 km²), atendendo 2,18 milhões de domicílios para uma população aproximada de oito milhões de habitantes; do total de consumidores Rede Celpa, 697.169 são consumidores de baixa renda.
QUALIDADE DE VIDA
Disponibilizar iluminação artificial nos lugares públicos é serviço essencial à qualidade de vida dos cidadãos nos centros urbanos e rurais, permitindo que seus habitantes desfrutem desses espaços no período noturno. Favorece ainda a segurança pública e embeleza essas áreas. Em um tempo que se discute o muito o custo da energia produzida e distribuída no Brasil, a gestão do município deve se empenhar pela manutenção da saúde financeira do serviço.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Deputado Márcio Miranda é reeleito na Assembleia Legislativa



Votação ocorreu após a posse dos 41 deputados estaduais eleitos em outubro
Os 41 deputados estaduais foram empossados ontem (1º) pela manhã, em cerimônia realizada na sede da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). Na ocasião, também foi feita a eleição para Mesa Diretora, que reconduziu o deputado Márcio Miranda (DEM) ao cargo de presidente do Poder para os próximos dois anos.
Em seu discurso de agradecimento, o deputado Márcio Miranda falou sobre as peculiaridades do Legislativo, no qual são importantes o debate e o confronto de ideias, a pluralidade da Casa e os desafios que a nova legislatura tem pela frente. “Os nossos desafios são gigantescos, proporcionais à grandeza do nosso Estado, portanto, nosso trabalho precisa ter esta mesma magnitude”, afirmou.
A escolha da Mesa diretora para o biênio 2015-2016 foi realizado em dois momentos. Primeiro, a eleição para presidente, tendo Márcio Miranda como único candidato. Ele foi reeleito por 40 votos a favor e um em branco. E o segundo, para os demais cargos da Mesa Diretora. Apenas uma chapa se inscreveu para a disputa e foi eleita por unanimidade.
Além de Miranda, estarão à frente da Alepa: o deputado Fernando Coimbra (PSD), como primeiro vice-presidente; Cássio Andrade (PSB), como segundo vice-presidente; Ana Cunha (PSDB), primeira secretária; Chicão (PMDB), segundo secretário; Tião Miranda (PTB), terceiro secretário; e Aírton Faleiro (PT), como quarto secretário.
A 18ª legislatura será marcada pela renovação dos quadros do Legislativo paraense. Dos 41 deputados que compuseram o mandato que se encerrou no ano passado, apenas 18 se reelegeram. O percentual de renovação será de 56%. Mas, em sua maioria, não se tratam necessariamente de iniciantes na vida política. Alguns retornam à Casa após um período sem mandato, a exemplo do deputado Luis Seffer (PP), Ozório Juvenil (PMDB) e Celso Sabino (PSDB). Outros chegam ao parlamento estadual vindos de outros cargos públicos, como prefeituras ou Câmaras Municipais, como os novos deputados Thiago Araújo (PPS), José Scaff (PMDB), Wanderlan Quaresma (PMDB), Eraldo Pimenta (PMDB), Iran Lima (PMDB) e Renato Ogawa (PR).
Para o novo líder do Governo, deputado Eliel Faustino, lidar com as diferenças ideológicas e partidárias não será um empecilho para construção de alianças em prol do desenvolvimento do Estado. “Vamos fazer um mandato do diálogo. É um novo desafio, mas temos certeza de que a intenção dos deputados é trabalhar pela melhoria da qualidade de vida da população e o desenvolvimento do Estado”, afirmou.
A oposição foi, em tese, numericamente reduzida nesta legislatura de 17 para apenas 13 deputados. Mas, na avaliação do deputado Aírton Faleiro (PT), isso não quer dizer que seja menos aguerrida. “Reconhecemos que o Governo tem a maioria folgada, mas a oposição não vai ser feita na quantidade, mas na qualidade. Temos consciência de que precisaremos ser mais aguerridos em nossas posições”, afirmou.
As sessões legislativas serão retomadas a partir de amanhã. Nesta sessão, o governador Simão Jatene fará a leitura da mensagem de abertura do ano legislativo.  Por: O Liberal