segunda-feira, 18 de setembro de 2017

GENERAL FALA EM INTERVENÇÃO SE JUSTIÇA NÃO AGIR CONTRA CORRUPÇÃO

Um general da ativa no Exército, Antonio Hamilton Mourão, secretário de economia e finanças da Força, afirmou, em palestra promovida pela maçonaria em Brasília na última sexta-feira (15), que seus "companheiros do Alto Comando do Exército" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema político", em referência à corrupção de políticos.
Mourão disse que poderá chegar um momento em que os militares terão que "impor isso" [ação militar] e que essa "imposição não será fácil". Segundo ele, seus "companheiros" do Alto Comando do Exército avaliam que ainda não é o momento para a ação, mas ela poderá ocorrer após "aproximações sucessivas".
General Antônio Hamilton Martins Mourão
"Até chegar o momento em que ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso."
O general afirmou ainda: "Então, se tiver que haver, haverá [ação militar]. Mas hoje nós consideramos que as aproximações sucessivas terão que ser feitas". Segundo o general, o Exército teria "planejamentos muito bem feitos" sobre o assunto, mas não os detalhou.
Natural de Porto Alegre (RS) e no Exército desde 1972, o general é o mesmo que, em outubro de 2015, foi exonerado do Comando Militar do Sul, em Porto Alegre, pelo comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, e transferido para Brasília, em tese para um cargo burocrático sem comando sobre tropas armadas, após fazer críticas ao governo de Dilma Rousseff. Um oficial sob seu comando também fez na época uma homenagem póstuma ao coronel Brilhante Ustra.
A palestra de sexta-feira (15) foi promovida por uma loja maçônica de Brasília e acompanhada por integrantes do Rio de Janeiro e de Santa Catarina, entre outros. Segundo o vídeo de duas horas e 20 minutos que registra o evento, postado na internet, Mourão foi apresentado no evento como "irmão", isto é, membro da maçonaria do Rio Grande do Sul.
Ele se definiu como "eterno integrante da [comunidade de] inteligência", tendo sido graduado como oficial de inteligência na ESNI (Escola do Serviço Nacional de Informações). Criado após o início do governo militar de 64 e extinto em 1990, o SNI era o braço de inteligência do aparato de repressão militar para ajudar a localizar e prender opositores do governo, incluindo sindicalistas, estudantes e militantes da esquerda armada.

Um dos organizadores do evento, o "irmão" Manoel Penha, brincou, no início da palestra, que havia outros militares à paisana na plateia, com "seu terninho preto, sua camisa social". Ele afirmou em tom de ironia: "A intervenção que foi pedida, se feita, será feita com muito amor".
Na sua exposição, de quase uma hora, o general criticou a Constituição de 1988, que segundo ele garante muitos direitos para os cidadãos e poucos deveres, atacou a classe política. "Sociedade carente de coesão cívica. A sociedade brasileira está anímica. Ela mal e porcamente se robustece para torcer pela Seleção brasileira ou então sai brigando entre si em qualquer jogo de time de futebol. Crescimento insuficiente e o Estado é partidarizado. O partido assume, ele loteia tudo. Tal ministério é do sicrano, tal do fulano, e aquilo é porteira aberta. Coloca quem ele quer lá dentro e vamos dar um jeito de fabricar dinheiro."
O general respondeu a uma pergunta lida pelos organizadores do evento, segundo a qual "a Constituição Federal de 88 admite uma intervenção constitucional com o emprego das Forças Armadas". Contudo, "intervenção militar" não é prevista em nenhum trecho da Constituição. O artigo 142 da Carta, que costuma ser citado por militantes na internet, fala apenas que as Forças Armadas destinam-se à defesa da Pátria e "à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes [Poderes], da lei e da ordem". O texto, portanto, condiciona uma eventual ação militar a uma iniciativa anterior dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. A pergunta também sugeriu um "fechamento do Congresso".
Na sua resposta, contudo, Mourão não rebateu a afirmação contida na pergunta de que uma "intervenção" seria constitucional e nada falou sobre fechamento do Legislativo. Pelo contrário, elogiou-a como "excelente pergunta".
A Folha procurou na tarde deste domingo (17) o Comando do Exército e o Ministério da Defesa para ouvi-los sobre as declarações do general. Em nota, o Centro de Comunicação Social do Exército informou "que o Exército Brasileiro, por intermédio do seu comandante, general Eduardo Dias da Costa Villas Bôas tem constantemente reafirmado seu compromisso de pautar suas ações com base na legalidade, estabilidade e legitimidade".
Segundo o jornal "O Estado de S. Paulo", Mourão disse que "não está insuflando nada" e que "não defendeu [intervenção], apenas respondeu a uma pergunta". Porém, logo em seguida o general reiterou que "se ninguém se acertar, terá de haver algum tipo de intervenção, para colocar ordem na casa".
Disse ainda que "não é uma tomada de poder. Não existe nada disso. É simplesmente alguém que coloque as coisas em ordem, e diga: atenção, minha gente vamos nos acertar aqui e deixar as coisas de forma que o país consiga andar e não como estamos. Foi isso que disse, mas as pessoas interpretam as coisas cada uma de sua forma. Os grupos que pedem intervenção é que estão fazendo essa onda em torno desse assunto".
O Ministério da Defesa não havia se manifestado até a conclusão deste texto.
Assista o vídeo nesse link:
Com informações da Folha de São Paulo

CASO DOROTHY: TARADÃO VOLTA PARA O PRESÍDIO DE ALTAMIRA

A Polícia Federal cumpriu mandado de prisão contra mandante do assassinato de Irmã Dorothy Stang.
No início da tarde desta quarta-feira (13) Regivaldo Pereira Galvão, conhecido como Taradão, de 52 anos foi preso pela Polícia Federal em sua residência. Ele está foragido desde o ano passado quando foi divulgado o mandado de prisão. Após ser preso ele foi levado para a delegacia da Polícia Federal e encaminhado para o Centro de Perícias Renato Chaves.
Segundo o Tribunal de Justiça do Estado (TJE), todos os cinco envolvidos no crime foram condenados e cumprem pena. Somente Regivaldo Pereira Galvão, condenado há 30 anos de prisão, havia recorrido da sentença em liberdade.
Entenda o caso:
O crime de homicídio aconteceu há doze anos, a missionária norte-americana Dorothy Stang foi assassinada em um assentamento na cidade de Anapu, que fica a 142 km de Altamira, no sudoeste do estado. Dorothy lutava pela reforma agrária na região, o caso teve repercussão internacional. O processo corre em Belém por isso não há detalhes da investigação. Após os exames no IML em Altamira, Taradão foi levado para o Centro de Recuperação Regional da cidade.
Texto e foto: Athaynara Farias
O Xingu 230

sábado, 16 de setembro de 2017

PREFEITO DE URUARÁ NÃO GOSTA DE HORAR OS COMPROMISSOS FINANCEIRO.

O prefeito de Uruará Gilson Brandão PMDB a cada dia vem dando mostras de ser um administrador caloteiro, ou seja, um mau pagador.O prefeito vem deixando de horar os compromissos financeiro do município de Uruará e deixando a população que acreditava em um governo serio e transparente, transtornados e revoltados.
Para se ter uma ideia da ma vontade de horar seus compromisso o prefeito deve ainda dinheiros da Campanha de 2012, onde foi derrotado nas urnas, também a campanha 2016 o nobre prefeito deixou de horar vários compromissos de campanha, e vem dando calotes. 
No comercio local a divida e bem grande e muito atrasada, onde o exelentissimo Prefeito e sua turma encheu a barriga, em restaurante, defecaram e não pagou a divida e vem enrolando. Também camionetes que transportam alunos, os PAU DE ARARAS falado, estão sem receber, fora padarias, Postos de combustível enfim todos os fornecedores tem problemas para receber, isso quando recebem.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

EX-DEPUTADO FEDERAL NICIAS RIBEIRO MORRE EM BELEM


Morreu hoje, 15, em Belém, o ex-deputado federal e um dos fundadores do PSDB no Pará Nicias Ribeiro. Ele estava com 69 anos e ocupava atualmente o cargo de secretário geral do partido. Nicias Lopes Ribeiro era engenheiro e natural de Belém.

Pai de 12 filhos acusado de estuprar as duas filhas menores é preso em Rurópolis

Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, 
o acusado vinha abusando das filhas há pelo menos dois anos. 
As denúncias foram alvo de investigação realizada pelo delegado.
As Polícias Civil e Militar informaram nesta quinta-feira (14) que prenderam por crime de estupro o maranhense Gilberto Adriano da Conceição, de 43 anos, em uma operação conjunta realizada nesta quarta-feira. A detenção foi no município de Rurópolis, sudoeste do Estado, em cumprimento a mandado de prisão preventiva.
O homem recebeu voz de prisão na região do Travessão dos Baianos, a 45 quilômetros da sede do município, em uma área de difícil acesso, segundo a policia. Natural de Pedrinhas (MA) e pai de 12 filhos, ele é acusado de estuprar as duas filhas menores de 11 e 13 anos.
Nesta quinta-feira, o acusado foi transferido para o Presídio do Centro de Recuperação Regional, em Itaituba. Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, o preso vinha abusando das filhas há pelo menos dois anos. As denúncias foram alvo de investigação realizada pelo delegado.
No decorrer da apuração, as vítimas e testemunhas foram ouvidas em inquérito policial. As provas apontaram indícios de autoria do crime por parte de Gilberto. A ordem de prisão foi expedida pelo juiz Odinandro Garcia, da Comarca de Rurópolis.
G1-Pá

Uruará: Trabalhador é assassinado pelo patrão no travessão km 180 sul

Patrão mata empregado em propriedade produtora de cacau em Uruará.
Um desentendimento entre patrão e empregado resultou na morte de um trabalhador rural no
município de Uruará. O caso ocorreu no início da noite desta quinta-feira, 14, numa propriedade do travessão km 180 sul, a cerca de 20 km do centro urbano. Segundo informações da Polícia Civil, a vítima, Cláudio Castro dos Santos, 27 anos, foi alvejada a tiro de espingarda por volta das 19 horas. 
O autor, Francisco Feitosa Alencar, 65 anos, foi preso pela equipe de plantão da Polícia Civil (IPC Alexandre, IPC Tadeu e DPC Walison) e conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Uruará. O mesmo alega que a vítima tentou roubá-lo. 
Segundo informações de testemunhas, a vítima estava há 3 dias na propriedade do autor onde trabalhava roçando o cacau. O corpo da vítima foi removido por agente funerário para o necrotério do Hospital Municipal de Uruará na noite desta quinta-feira onde permaneceu até a manhã desta sexta-feira quando foi liberado para os procedimentos fúnebres.
Francisco Feitosa Alencar foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio e está a disposição da justiça.
Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil de Uruará

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

VEJA LOGO MAIS: 
ASSESSOR DO DEPUTADO ERALDO PIMENTA E PRESO EM URUARÁ USANDO CAXIMBO DE DROGA.

JOVEM DE 18 ANOS E ENCONTRADO MORTO A TIROS.

Na manhã dessa Quinta-feira (14), No município de Uruará, foi encontrado Morto a tiros de espingarda Um Rapaz identificado Como André de Sousa de Castro de 18 Anos. O Corpo do Rapaz estava Caído em Um beco da Passagem 4 do Bairro Mini indústria, a Polícia Civil foi informada do Homicídio que Possivelmente aconteceu durante a madrugada, diligências foram realizadas no local, porém nenhuma testemunha ocular do Crime foi encontrada.
A Polícia Civil investiga o casa para identificar o autor e também a motivação do Homicídio.
VEJA LOGO MAIS: Operário de Construção é eletrocutado nessa manhã de Quita Feira o mesmo foi encaminhado para o Hospital Municipal de Uruará, em estado Grave.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

VERGONHA PARA OS GOVERNANTES DE URUARÁ

E vergonhoso a situação de Uruará, onde nada funciona! Um esgoto a céu aberto esta deixando os Uruaraenses com anciãs de vomito pois uma fossa esta a mais de 60 dias transbordando no centro comercial de Uruará e a Prefeitura não toma nenhuma providencia. Vamos tomar vergonha na cara governo NOSSA TERRA NOSSO FUTURO e para de mentiras e trabalhar mais...

URUARÁ TEM REPRESENTANTE NA I COPA MARABA DE FISICULTURISMO E FITNESS

E com os elogios do Presidente Nacional da WBPF Uruará foi muito bem representado pela JovemDaisiree Silva natural de Tucuruí mas moradora de Uruará na categoria Bikini Fitness.
A I Copa Marabá de Fisiculturismo e Fitness, foi realizada pela WBPF Pará (Federação Paraense de Musculação, Fisiculturismo e Fitness e CBFFW (Confederação Brasileira de Fisiculturismo, Fitness e Wellness), com o apoio da Líder Academia de Marabá e da Prefeitura Municipal de Marabá.
O evento recebeu cerca de 100 atletas vindos de várias cidades do Pará, além de atletas do Maranhão e Tocantins e Uruará também mandou sua representante. Mais que um lugar no pódio, no ranking, os atletas receberam premiação em dinheiro.
Destaque para os atletas de Marabá Hudson Fábio e Monitchelle Sousa que venceram em suas categorias e ainda sagraram-se Campeões Overall (campeões dos campeões)

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

ISSO É A EDUCAÇÃO DE URUARÁ

Alunos são obrigado a estudar fora das salas de aula em Uruará, diate das péssima estruturas das escolas da Zona Rural em Uruará.
Sem ventiladores e nem bebedouros de água os alunos enfrentam muitas dificuldades para estudar no município de Uruará.

MORRE AOS 68 ANOS O VICE-PREFEITO DE PORTO DE MOZ RAY DUARTE

Morreu na madrugada desta quarta-feira,06, o vice-prefeito de Porto de Moz, Raimundo Duarte Souto, que estava enternado no hospital Ophir Loiola em Belém do Pará. Segundo familiares o vice- prefeito lutava contra um câncer.
Ray Duarte, concorreu por 04 vezes eleições como candidato a prefeito e marcou sua história política sendo vice-prefeito ao lado Diógenes José Varejão, Edilson Cardoso e atualmente de Berg Campos. Ainda, deixa mulher e cinco filhos e netos.
O translado já está sendo feito pela família, a previsão de chegada às 12h30 no aeroporto de Porto de Moz.
Fonte: Porto de Moz em Foco

LANCHA BATE EM BARCO DURANTE VIAGEM NO RIO XINGU

A lancha Diamante que navegava de Porto de Moz com destino a Vitoria do Xingu, se chocou com uma embarcação por volta de 5h40 da madrugada desta quarta-feira, 6. Com o impacto a lancha e o barco de pequeno porte naufragaram.
Uma das passageiras descreveu o momento do acidente. “Foi momento de pânico, agradeço a Deus pela vida da minha filha e das pessoas que estavam na lancha, o barco pequeno foi para o fundo, graças a Deus que ninguém se feriu gravemente” Disse a mulher.
Não houve vítimas fatais, somente ferimentos leves. As pessoas que estavam na embarcação perderam seus pertences.
Com informações Porto de Moz em Foco

AUMENTO FRAUDULENTO DOS SALÁRIOS DE VEREADORES DE URUARÁ VIRA CASO DE JUSTIÇA.

Depois de 52 dias o presidente da Câmara de vereadores 
enviou a documentação solicitada pelo Ministério Público.
Notificada para apresentar documentações a respeito do aumento salarial dos vereadores de Uruará, onde o Ministério publico estadual deu um Prazo de 30 dias para que o presidente da Câmara apresentasse, documentação, comprobatória da legalidade da realização da sessão extraordinária que aumentou o salário dos vereadores.

O presidente Jachison Oliveira não enviou ao Ministério Público os áudios e nem as imagens das sessões de apresentação, votação e leitura da ata que referendou o aumento salarial dos vereadores.
Como teria isso, se a sessão foi armada?

Os ex-vereadores Paulo Medeiros, Edson Moreira, Macedo e Luiz Macedo assinaram a lista de presença, mas afirmam que não discutiram, não votaram e nem assistiram a leitura do parecer pelo vereador Gilmar Milanski, relator da CCJ.

Os vereadores Rato, Buxudo, Silvestre e Manoel Ribeiro não participaram da sessão ordinária do dia 30 de setembro de 2016 que votou de mentirinha o aumento salarial dos vereadores.

O parecer da Comissão Permanente de Constituição e Justiça não tem assinatura do seu presidente, o vereador Macedônio Nascimento. 
E nem a atas do funcionamento da CCJ e nem a convocação do suplente.
Realmente uma tramóia.
Sem áudio, sem filmagem, sem pareceres, sem votação e sem divulgação. 
Assim foi a fraude na Câmara de vereadores.
É questão de tempo comprovar a ilegalidade da sessão ordinária que aprovou o imoral aumento de salário dos vereadores.
Os vereadores envolvidos no esquema podem responder por Improbidade e quebra de decoro, podendo ate ser presos e perderem seus mandatos de Vereador.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Preso o pistoleiro acusado de matar prefeito de Tucuruí e empresário em Itaituba

Bruno Marcos de Oliveira, foi preso na madrugada desta terça-feira,5, no aeroporto de Belém
O pistoleiro Bruno Marcos de Oliveira foi preso na madrugada desta terça-feira,5, no aeroporto de Belém, quando se preparava para viajar para São Paulo. A informação é do portal Pará News. Ele é acusado de ter assassinado o prefeito de Tucuruí, Jones William, e o empresário Albenor Sousa, em Itaituba. Foi preso com documentos falsos em nome de Anderson Barros do Nascimento. Bruno também teria executado várias pessoas nas cidades de Novo Repartimento, Uruará, Placas e Pacajá, todas no Pará. Para a polícia, segundo o Pará News, Bruno confessou ter executado o empresário Albenor Sousa, assassinado no último dia 24 de julho com dois tiros na cabeça. Câmeras de segurança registraram o crime e ajudaram a identificar tanto Bruno Oliveira como Carlos Alberto Sousa. Veja o vídeo no final da reportagem. Bruno também assumiu a autoria de pelo menos 20 assassinatos, a maioria na região de Novo Repartimento. Ele nega, porém, ter participado da morte do prefeito de Tucurui, Jones William, executado na tarde do dia 25 de junho, quando vistoriava obras no condomínio Cristo Vive, no centro da cidade. 
Para a polícia, não há dúvidas da participação de Bruno na execução do prefeito, embora ele esteja negando. A polícia entende que a negativa é estratégia do acusado para não revelar o nome do mandante. A prisão do pistoleiro foi realizada por policiais da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Pará, com apoio de agentes da Polícia Federal. Os policiais notaram que Bruno estava muito nervoso e o prenderam minutos antes do avião decolar, sendo que ele já estava na sala de embarque.
Por Jeso Carneiro

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Justiça Eleitoral cassa o mandato do prefeito e da vice-prefeita de Moju

A sentença foi proferida hoje, 4, pelo juiz Waltenci 
Gonçalves, da 34ª Zona Eleitoral de Moju. Cabe recurso

Prefeito e o vice-prefeito do município de Moju, no Pará, tiveram o mandato cassado por decisão da Justiça Eleitoral, nos autos de uma AIJE (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) relativa à eleição de 2016. 
A sentença foi proferida hoje, 4, pelo juiz Waltenci Gonçalves, da 34ª Zona Eleitoral de Moju. Cabe recurso. Reeleitos com 44,92% dos votos válidos, Deodoro Rocha, o Ie-Ié (PSDB), e Jamilson Santos, o Jardel, do PR, foram cassados por supostos crimes de abuso de poder político e de autoridade. Ie-Ié teria feito propaganda política disfarçada de institucional, também foi acusado de utilizar recursos públicos e servidores, pondo-os a serviço da campanha política, e de ainda ter veiculado propaganda em perfil do município hospedado em rede social. “Além disso, teria havido desvio de finalidade, abuso e contratação extemporânea de servidores temporários. Haveria milhares de contratações datadas de 2016, das quais pelo menos duzentas no dia 01.07.2016, dia em que foi decretado ponto facultativo no Município”, escreveu o juiz na sentença. A cassação do diploma do prefeito e do vice-prefeito não foi a única pena imposta pelo juiz. Ele impôs aos dois também o pagamento de multa e declarou o prefeito inelegível pelo prazo de 8 anos, a contar da eleição de 2016.
Por Jeso Carneiro

CRISE NA EDUCAÇÃO: BASE ALIADA DO PREFEITO BERG CAMPOS VOTA O PROJETO QUE ACABA COM DIREITOS DOS PROFESSORES

A Câmara de vereadores de Porto de Moz, região Oeste do Pará, votou na manhã desta segunda-feira,
04, por unanimidade o projeto de lei que altera retirando diretos do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração, dos profissionais da educação.
Como por exemplo, a readaptação será apenas 100 horas, caso o professor fique doente será suspenso seus proventos e progressão só por meio de concurso público, triênio será quinquênio e demais benefícios.
Votaram a favor para acabar com os direitos dos professores os vereadores: Professor Digue (PTB), Jaci Soares “o Formigo” (PTB), Rafael Campos (PSB), professor Adson (PSD), André Campos (PTB), Mano Ball (PROS) e Landy Tenório (DEM).
Agora o projeto segue para ser sancionado pelo pode executivo.
Fonte: Porto de Moz em Foco

Vândalos colocam fogo na Ponte no Km 108 Trecho Medicilândia a Uruará


domingo, 3 de setembro de 2017

SUSPEITO DE ROUBOS DE CARGAS QUE ESTAVA EM LIBERDADE PROVISÓRIA E MORTO NA FRENTE DE CASA EM URUARÁ.

Por Volta das 12:05hrs desse Sábado (02), a Polícia Militar foi Acionada para averiguar Uma Ocorrência de Baleamento, onde a Vítima de nome Jhonathan de Souza Lima de 26 Anos Conhecido Como Vulgo "Xuxu", foi atingido Com Cerca de Seis tiros de Arma de Fogo Calibre 38. O mesmo ainda Chegou a Ser Socorrido até o Hospital Municipal do Município mais não resistiu e morreu.
Segundo Informações, o tiroteio foi na frente da Casa da Vítima que fica localizada no Bairro Vila Brasil, Um homem alto Chegou e bateu no Portão da Casa, a Vítima foi atender o Chamado abrindo o Portão de madeira quando Subitamente o homem que estava do lado de fora empurrou o Portão e Começou a atirar.
Jonathan correu para dentro de Casa Mais o Assassino o perseguiu atirando pela Sala, Cozinha área de serviço e Corredor onde Caiu ferido com Seis tiros ao todo. A Vítima foi Socorrida pela Guarnição da Polícia Militar até o Hospital onde não resistiu.
A Vítima Segundo a Polícia, estava em Liberdade Provisória, pois havia sido preso há poucos dias pelo Crime de Associação Criminosa, participava de quadrilhas de roubos de Cargas .
O autor do Homicídio até o momento não foi identificado, a Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a autoria do Crime e a motivação. 
Com informação Carlos Calaça

PF rastreia propina de Belo Monte a ministro Helder Barbalho

``Aliado do peemedebista, o secretário dos Portos, Luiz Otávio Campos, admitiu que pediu recursos aos empreiteiros que tocavam a obra para as campanhas de Helder, Renan Filho e Edison Lobão Filho
A poucos metros da Praia do Leblon, três altos executivos das maiores empresas de construção civil do país atravessaram a calçada de pedras portuguesas para entrar no hotel Marina All Suites. Faltava aproximadamente três meses para as eleições de 2014, e os representantes de Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Odebrecht, responsáveis pela construção da hidrelétrica de Belo Monte, precisavam fazer uma reunião extraordinária. Em uma sala reservada do hotel, Flávio Barra, diretor da Andrade, comandava a conversa que contava ainda com Luiz Carlos Martins, da Camargo, e Augusto Roque, da Odebrecht. O representante do PMDB chegaria a qualquer momento. A cena acima foi montada a partir de depoimentos de Barra, Martins e Roque à Polícia Federal.
O representante aguardado do PMDB é Luiz Otávio Campos, ex-senador pelo Pará, hoje secretário nacional dos Portos do governo Michel Temer. Ele também deu um depoimento sigiloso à Polícia Federal, obtido por ÉPOCA com exclusividade. Luiz Otávio entrou na sala e foi apresentado por Flávio Barra aos colegas como o arrecadador de recursos designado para o caso de Belo Monte. De acordo com o padrão apurado pela Operação Lava Jato, o PMDB do Senado, nas operações relativas a Belo Monte, costuma levar 0,5% dos contratos de propina – no caso seriam 0,5% sobre R$ 25 bilhões. 
Em seu depoimento, Luiz Otávio disse que foi enviado com a tarefa de indicar candidatos a ser beneficiados com a parcela do PMDB. Afirmou que indicou Helder Barbalho, então candidato ao governo do Pará, filho do senador Jader Barbalho e hoje ministro da Integração Nacional, como um dos destinatários do dinheiro do “compromisso político” referente a Belo Monte. Assim como Helder, os outros dois escolhidos, segundo Luiz Otávio, eram filhos de senadores poderosos: Renan Filho, candidato ao governo de Alagoas e filho do então presidente do Senado, Renan Calheiros, e “provavelmente” Lobão Filho, candidato ao governo do Maranhão e filho do então ministro de Minas e Energia, Edison
Lobão (leia recorte abaixo).
Os investigadores da Polícia Federal produziram um relatório no qual afirmam que o dinheiro de Belo Monte chegou indiretamente à campanha de Helder ao governo do Pará em 2014. “O Diretório Nacional do PMDB recebeu (...) R$ 127 milhões a título de doação eleitoral, dos participantes do Consórcio Construtor de Belo Monte, nos pleitos de 2010/2012/2014”, diz a PF. Especificamente em 2014, o Diretório Nacional do PMDB foi abastecido com R$ 50 milhões das empreiteiras de Belo Monte e, segundo a PF, repassou R$ 1,5 milhão a Helder. Outros R$ 8,2 milhões vieram do Diretório paraense do PMDB.
Confrontado pela Polícia Federal sobre o encontro no Rio de Janeiro, Luiz Otávio disse que esteve na reunião com os empreiteiros de Belo Monte a convite de Flávio Barra e disse que “possivelmente” compareceu com os dados dos três peemedebistas destinatários dos recursos. “O papel do declarante na citada reunião limitava-se a apresentar a indicação das pessoas com as quais deveriam ser operacionalizadas as doações de campanha, caso fossem efetivadas”, diz o depoimento prestado por Luiz Otávio em março. Luiz Otávio afirmou que, posteriormente, Flávio Barra lhe confirmou que os pagamentos da Andrade foram feitos.
Luiz Otávio não usa o termo propina quando fala da reunião; prefere “doações”. Mas para os investigadores e para os empreiteiros não há dúvidas de que se tratava de um pedágio ilegal cobrado pelo PMDB para não atrapalhar a liberação de recursos públicos. “Esse pedido de doação estava nitidamente relacionado ao ‘compromisso político’ que havia no contexto das obras de Belo Monte”, afirma Luiz Carlos Martins, delator da Camargo Corrêa.
Outro delator, o executivo da Odebrecht Augusto Roque Fernandes, esteve na PF em maio e deu novos detalhes. Afirmou que Luiz Otávio reclamava de atrasos nos pagamentos ao PMDB, fazendo referência explícita ao faturamento que a Odebrecht estava conseguindo graças a Belo Monte. E disse que teve com ele uma nova reunião para acertar a forma de pagamento. Ao chegar ao encontro em um apartamento em Ipanema, no Rio de Janeiro, Fernandes diz que foi avisado por Luiz Otávio: “Fica tranquilo, porque aqui não tem câmeras”. Na ocasião, acertaram que os pagamentos seriam feitos via caixa dois, mediante remessas de R$ 500 mil entregues alternadamente em endereços em São Paulo e no Rio de Janeiro indicados pelo próprio peemedebista. Luiz Otávio, segundo Augusto, recebeu a senha para retirar os pagamentos.
Em nota, o ministro Helder Barbalho afirma que nunca esteve com os empreiteiros de Belo Monte e que a arrecadação de sua campanha em 2014 ficou a cargo dos diretórios estadual e nacional do PMDB. “Questionamentos a respeito dos recursos arrecadados devem ser feitos aos diretórios do partido”, diz. “Minha campanha só recebeu recursos oficiais e as doações eleitorais foram registradas junto ao TRE-PA, que aprovou todas as contas de campanha”, disse. Luiz Otávio afirmou à PF que a acusação de arrecadação de propina da obra é “mentirosa”. O advogado do senador Edison Lobão, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, diz que as afirmações dos delatores são “inverídicas”. Os demais citados não responderam.
Por Aguirre Talento

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

TRANSAMAZÔNICA CONTINUA BLOQUEADA EM RURÓPOLIS

BLOQUEIO DA BR EM RURÓPOLIS! ACABOU ! NINGUÉM ENTRA NINGUÉM SAI.
Nossa equipe de reportagem está ainda no local da interdição, da BR nas proximidades da cidade de Rurópolis, na noite de quinta-feira (31) por volta das 20 Horas a BR foi desobstruída e voltou a ser bloqueada pelos manifestantes. Agora com dois buracos cavados no meio da Transamazonica.
Segundo os líderes do movimento, que reivindicam 10 km de asfalto em frente à cidade de Rurópolis, agora não tem mais jeito, a rodovia só será desbloqueada com a Presença do DNITE no local.
Segundo Informações são de que uma Equipe do DNITE estaria vindo hoje para negociar com os manifestantes que estão com apoio de praticamente toda população de Rurópolis que já está cansada de sofrer com o descaso do governo e com a falta de respeito dos políticos.
Elias Junior Notícias

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

VEJA COMO ESTA SENDO TRANSPORTADO OS ALUNOS NO MUNICÍPIO DE URUARÁ

LAMENTAVELMENTE O DESCASO NO MUNICÍPIO DE URUARÁ DEIXA 
OS MUNÍCIPES ESTARRECIDO, COM O VANDALISMO COM O 
TRANSPORTE DOS ALUNOS NO MUNICÍPIO. 
Texto abaixo de uma internauta revoltada
Esse e o carro que transporta as nossas crianças pro colégio pra Escola Municipal de Ensino Fundamental Transamazônica no km 190.
Quero mostrar minha revolta com a falta de segurança com nossas crianças .
São crianças correndo o risco de vida . Na vinda pra casa deles as crianças vem pulando colocando a cabeça nessas brechas , tem crianças que vai em pé pq não tem lugar pra sentar.
E tem professores que tiram crianças da cabine pra ir em cima do carro pra dar vaga pra elas .
E tem professores que diz que lugar de aluno é em cima do pau de arara Uma dessas crianças tem leucemia , criança com hipertrofia da adenóide.
Cadê a segurança das nossas crianças .
Lia Ferreira Se algum dos filhos dos vereadores estivesse neste transporte , duvido que não teria ônibus com ar condicionado, será que Gilsinho esqueceu do que é amor pelos filhos, mas é assim quando o dinheiro grande e o poder entra no bolso , o amor é o respeito pelo próximo sai pela porta , lamentável , tem que filmar , manda pra Recor pra Globo ...
Juliete Souza Ei Gilson Brandão você tem filho. olha esse video e tenha compaixão pelos filhos dos outros,filhos das pessoas que votaram em você.Inclusive no meio dessas crianças estão meus primos e nossa família em peso votou no Sr. Não esperávamos ter essa resposta sua como "obrigada"por o Sr.está onde está hoje.ta na hora do Sr. começar a agir e ver quem esta e quem não esta trabalhando na prefeitura,em prol da melhoria da cidade.
Elessandro Rodrigues Da Rocha Me corta o coração ver esse tipo de coisa, há se eu pudesse fazer alguma coisa para mudar essa triste realidade!
Janayna Varella 135 DO MESMO GEITO REVOLTANTE😓
edilene Sousa Silva Kkkkkk a regional fm vai fazer uma materia sobre o

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Uruaraense esta entre os sobreviventes do naufrágio no Xingu

O Uruararaense Francisco Paiva, que foi resgatado por ribeirinhos 
Os últimos dois homens considerados desaparecidos após o naufrágio de um barco no Rio Xingu, que deixou 23 mortos, foram localizados com vida nesta sexta-feira, 25. Com isso, subiu para 29 o número de sobreviventes na tragédia. 
Depois de ser resgatato do naufrágio da embarcação Capitão Ribeiro, Israel da Silva Souza seguiu para Vitória do Xingu, onde recebeu atendimento médico, e depois foi para Altamira. Ele foi dado como desaparecido até o início da tarde desta sexta-feira, quando foi localizado. As equipes de busca também localizaram Francisco Paiva, que foi resgatado por ribeirinhos e seguiu para o município de Uruará.
Para atender os sobreviventes, um grupo de trabalho interdisciplinar foi criado pelo governo do Estado e pela prefeitura de Porto Moz, onde a embarcação naufragou. A equipe dá apoio psicológico às vítimas.
O trabalho a principio foi permitir que estas pessoas extravasassem os sentimentos após o trauma”, explica o psicólogo Ary Georg, em entrevista à Agência Pará, do governo estadual. “Após ele retornar ao juízo de realidade deverá passar por um processo de avaliação e pode ser encaminhado a tratamento psicológico, pois está suscetível a desenvolver um estado depressivo, por exemplo”, comenta. O grupo dá suporte, ainda, para a regularização dos documentos perdidos pelos sobreviventes durante o naufrágio.
Mortes. Nesta sexta, mais dois corpos, de duas crianças, foram localizados durante as buscas por desaparecidos após o naufrágio da embarcação. Os corpos são de uma menina com idade entre 8 e 10 anos e de um menino, com idade aproximada entre um e três anos. Segundo informações preliminares, crianças estavam no porão do barco e foram localizadas durante a retirada de mercadorias estocadas na área

Moradores de Rurópolis bloqueiam Rodovia Transamazônica

Era por volta de 12h de domingo (27), quando moradores do município de Rurópolis, oeste do Pará, interditaram dois trechos da BR-230 (Rodovia Transamazônica). Os perímetros bloqueados são na saída para Altamira e saída para Itaituba.
Segundo os manifestantes, a pauta se refere a demanda apresentada junto a Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e exigem a presença de um representante do órgão. Eles reivindicam a pavimentação de 10 km da rodovia, que passa na zona urbana do município, no trecho entre o lixão e a cooperativa de leite.
Ainda de acordo com as lideranças do protesto, a passagem de veículos será liberada de 12 em 12 horas.
RG 15 / O Impacto

sábado, 26 de agosto de 2017

Tribunal de Contas dos Municípios condena prefeito de Itaituba Valmir Climaco

Valmir Clímaco teve suas contas de 2010 
rejeitadas e terá que devolver mais de R$ 10 milhões
O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) do Estado do Pará, no último dia 28 de junho deste ano, julgou as contas relativas ao ano de 2010, dos ex-prefeitos Rosélito Soares da Silva, Sílvio de Paiva Macedo e Valmir Clímaco de Aguiar. Mas a decisão só foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do TCM na quinta-feira, dia 17 de agosto de 2017.
Já a situação do prefeito Valmir Clímaco é bastante complicada, pois suas contas do ano de 2010 foram rejeitadas. Os conselheiros seguiram o voto do relator, Sérgio Leão.
O Tribunal de Contas dos Municípios reprovou as contas de Valmir Clímaco, recomendando que a Câmara Municipal as reprovem. Valmir vai ter que devolver aos cofres públicos, mais de R$ 10 milhões.

PORTO DE MOZ: MPPA apura responsabilidades em naufrágio

A promotora de Justiça de Porto de Moz Juliana Felix instaurou, nesta 5a feira (24), um inquérito civil para apurar as causas e responsabilidades do naufrágio ocorrido na última 3ª feira (22) com a embarcação Capitão Ribeiro, no rio Xingu. A embarcação saiu do município de Santarém, oeste do Pará, às 18h de 2ª feira (21) com cerca de 52 pessoas a bordo. O município de Porto de Moz foi um dos locais onde o barco fez escala, por isso o acidente causou tanta comoção na cidade já que muitas vítimas pertencem ao município.
Juliana Felix informou ainda que o Ministério Público do Estado também requisitou à polícia civil do município a instauração de inquérito policial a fim de apurar a responsabilidade criminal do acidente.
Ao cartório de registro civil de Porto de Moz a promotora enviou recomendação para que o mesmo não crie obstáculos para a identificação dos corpos. A medida se deu porque o cartório alegou que precisava dos documentos pessoais das vítimas dificultando, dessa forma, a emissão da certidão de óbito.
O MPPA também pedirá o apoio da Capitania dos Portos e a Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) para que prestem informações sobre a embarcação. “Posteriormente nós vamos começar a oitiva dos envolvidos tanto dos possíveis suspeitos como dos sobreviventes do naufrágio”, destacou a promotora.
GT Navegação - O transporte marítimo no Estado do Pará vem recebendo atenção especial do Ministério Público que, em junho deste ano, criou o Grupo de Trabalho da Navegação (GT Navegação) do qual fazem parte todos os promotores que atuam na região do Marajó e Santarém, nas cidades localizadas ao longo do rio Amazonas. O objetivo é discutir ações que possam ser implementadas pela Capitania dos Portos e Arcom para a melhoria da qualidade de serviço e da segurança da navegação.
Texto: Assessoria de Comunicação
Fotos: PJ de Porto de Moz

Buscas por desaparecidos no rio Xingu são encerradas e investigação é intensificada

As buscas por desaparecidos no rio Xingu, após o naufrágio da embarcação “Capitão Ribeiro”, foram encerradas, conforme informou o secretário adjunto de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), André Cunha. O órgão informou na noite desta sexta-feira, 25, que o último sobrevivente foi encontrado, contabilizando 29 sobreviventes e 23 mortos.
Os corpos de duas crianças foram as últimas vítimas do naufrágio. Agora os trabalhos seguem para a etapa de rescaldo da operação e continuará o trabalho de investigação.
No início da tarde foi confirmado mais um sobrevivente, Israel da Silva Souza. Após o naufrágio, ele seguiu para Vitória do Xingu onde recebeu atendimento médico e depois foi para Altamira. A partir de então ele foi dado como desaparecido até o início desta tarde quando foi encontrado.
O último sobrevivente encontrado é Francisco Paiva, que foi resgatado por ribeirinhos e seguiu para o município de Uruará, onde foi localizado. 
Sobreviventes, a dona de casa Carla Conceição de Souza, 38 anos, e seu filho Carlysson Souza, de 11 anos, viveram na última terça-feira (22) o pior drama de suas vidas. Eles estavam na embarcação “Capitão Ribeiro”, indo do município de Porto de Moz para Altamira. Após o naufrágio a mãe perdeu o contato com o filho. Minutos depois de gritar na escuridão pelo nome ele reapareceu e os dois sobreviveram. Eles fazem parte do grupo de 28 sobreviventes contabilizados até esta sexta-feira (25). Para atendê-los após o trauma, um grupo de trabalho interdisciplinar foi formado pelo Governo do Estado e Prefeitura de Porto de Moz.
Ela conta que naquela noite tudo começou com um temporal muito forte. “Eu chamei meu filho e pedi para ele colocar o colete, foi quando o barco começou a virar. Eu afundei e quando retornei ele não estava mais do meu lado, foi quando começou o desespero”, recorda.
Depois de muito lutar por sua vida, ela o reencontrou após gritar seu nome no meio da escuridão. “Escutar a voz dele respondendo foi o momento mais maravilhoso da minha vida”,comenta. Os dois, juntos com outros sobreviventes ficaram a deriva em torno de seis horas, até chegarem na margem.
Outro sobrevivente que relembra os momentos de horror é Risinaldo Cardoso, 24 anos. Eu ia a trabalho para Senador José Porfírio e fiquei preso dentro do barco em uma escuridão total. Consegui sair e chegar até o bote e na margem às seis horas da manhã. O momento mais traumático foi o barulho forte que ouvi, parecia que o barco estava partindo”, lembra.
É para estes sobreviventes da tragédia que o grupo de trabalho está sendo formado. “O trabalho a principio foi permitir que estas pessoas extravasassem os sentimentos após o trauma”, explica o psicólogo Ary Georg que participou da linha de ações de assistência às pessoas afetadas pela tragédia. Ele explica que o choro após a situação pode trazer benefícios, pois exterioriza os sentimentos negativos. “Após ele retornar ao juízo de realidade deverá passar por um processo de avaliação e pode ser encaminhado a tratamento psicológico, pois está suscetível a desenvolver um estado depressivo, por exemplo”, comenta.
A secretária de estado de Trabalho e Assistência Social, Ana Cunha, que coordena através da Seaster, o grupo de trabalho de apoio aos sobreviventes e familiares de vítimas do naufrágio, explica que os cuidados devem ser iniciados logo depois de encerradas as buscas. “O estado está tomando cuidado para atender todas as demandas que posteriormente podem vir a afetar estas pessoas que passaram por um momento tão delicado”, ressalta a titular da Seaster, ao explicar também que está incluso neste atendimento a regularização da documentação perdida pelos sobreviventes.
Por Márcio Flexa

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Cinco suspeitos são presos em Uruará antes de assaltarem bancos na região

Polícia Civil prende em Uruará quadrilha que planejava assaltar banco 
Indivíduos planejavam assaltar banco ou carro forte na cidade de Uruará ou cidades vizinhas como Placas e Rurópolis, no sudoeste do Pará, mas tiveram o plano frustrado pela polícia. A equipe de plantão da Polícia Civil de Uruará, (EPC Ivan Santos, IPC José Tadeu, IPC Eládio Cruz e DPC Walison Damasceno), com o apoio da Polícia Militar, após receber uma denúncia anônima conseguiu prender 5 homens, 4 deles estavam hospedados num hotel da cidade, o outro seria informante do bando que dava apoio logístico em Uruará. Segundo informou a Polícia Civil, os indivíduos planejavam roubar agências bancárias da região ou o carro forte. Dois veículos utilizados pelos indivíduos foram apreendidos. Dentro de um dos veículos foi encontrada uma pistola.
Foram presos, Adriano Araújo Lisboa e Beneval de Oliveira Alencar, que já foram presos por assalto a banco no estado do Maranhão e Piauí, Gilberto Alves Fernandes, que já foi preso pelo crime de tráfico e assalto a banco, também no estado do Maranhão, ainda foram presos Israel da Silva Sousa e Vanildo Sousa Guedes que dava apoio e passava informações ao bando na cidade de Uruará.
A quadrilha foi autuada pelo crime de associação criminosa armada.
"Recebemos denúncias de que haviam chegado a cidade 4 indivíduos que estariam planejando praticar algum roubo, ou a banco ou a carro forte´aqui no município de Uruará ou municípios vizinhos, podendo ser Placas ou Rurópolis, eles iriam pernoitar aqui no município. Saímos em diligência durante a madrugada com o apoio da Polícia Militar e conseguimos localizar esses indivíduos num hotel da cidade, fizemos a detenção dos mesmo e os conduzimos a delegacia. eles estavam em 2 veículos, uma caminhonete hilux e um fiat doblô furgão, sendo que dentro da caminhonete foi encontrado uma arma de fogo, uma pistola. Na mesma diligência conseguimos identificar um 5 indivíduo que é morador do município que seria o apoio do grupo aqui no município, o mesmo também foi detido e conduzido para a delegacia. Todos serão autuados por associação criminosa armada", detalhou o delegado Walison Damasceno.
Por Joabe Reis

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Retomadas buscas por desaparecidos de embarcação que naufragou no Pará

A tripulação disse ter visto, no horizonte, algo com o formato de um funil, 
acompanhado de muita chuva e vento forte, e que teria pego o barco pela popa e o afundado
Nove dos dez corpos resgatados da embarcação Capitão Ribeiro, que naufragou na noite de terça-feira (22), no Rio Xingu, entre as cidades de Porto de Moz e Senador José Porfírio, no sudoeste do Pará, já foram liberados pela equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. O corpo de um homem, conhecido como Sebastião, a décima vítima, ainda aguarda oficialmente pelo reconhecimento da família.
As equipes mantiveram as buscas às vítimas até o fim da tarde de ontem (23), e foram retomadas hoje (24) cedo. Uma balsa e embarcações da prefeitura de Porto Moz, além de lanchas do Corpo de Bombeiros, estão sendo utilizadas na operação. O helicóptero do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) está apoiando as ações na área de buscas.
De acordo com o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, a embarcação – com capacidade para 90 a 100 passageiros – foi ancorada próxima da margem do rio com o apoio de uma balsa para facilitar o trabalho de procura por corpos.
A identificação dos mortos está sendo feita no ginásio municipal Chico Cruz por uma equipe de oito profissionais – entre peritos, médico e auxiliares – do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Belém e de Altamira. A embarcação acidentada, que saiu de Santarém, tinha como destino a cidade de Vitória do Xingu.
“Fizemos entrevistas com os familiares a fim de identificar características das vítimas para ajudar no reconhecimento. Contudo, a liberação está sendo agilizada”, disse o perito Felipe Sá, coordenador das unidades regionais do Centro de Perícias.
O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil estadual coordenam as ações de busca, salvamento e atendimento social da sede da Câmara Municipal de Porto de Moz, onde foi instalado um gabinete de crise com a presença das forças de segurança estaduais, poder executivo municipal e demais órgãos envolvidos na operação de resgate das vítimas do naufrágio.
Investigação
A Polícia Civil já ouviu integrantes da tripulação e sobreviventes. O dono da embarcação já foi ouvido na manhã de ontem (23) e informou que 48 pessoas, entre tripulação e passageiros, estavam a bordo.
De acordo com o delegado Elcio de Deus, de Porto de Moz, muitos sobreviventes disseram que a embarcação foi atingida por uma tromba d’água, fenômeno semelhante a um tornado. “A tripulação disse ter visto, no horizonte, algo com o formato de um funil, acompanhado de muita chuva e vento forte, e que teria pego o barco pela popa e o afundado. De acordo com os relatos a embarcação girou e afundou em seguida”, informou o delegado.
A Polícia Civil deve solicitar informações à Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon) e à Capitania dos Portos sobre a autorização concedida ao dono da embarcação Capitão Ribeiro.
*Com informações do site de notícias do governo do Pará

CORPO DE HOMEM ENCONTRADO EM URUARÁ É IDENTIFICADO

Identificado o Corpo de um homem que foi encontrado no Início da noite dessa Terça-feira (22),já em estado avançado de Putrefação, encontrado Por Populares na Cidade de Uruará.
Tratasse de Janilson o Popular Neguinho Zumba, onde segundo informações, o crime foi motivado por um triangulo amoroso. A policia esta investigando o caso.

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

BARCO NAUFRAGA COM PELO MENO 70 PESSOAS NO RIO XINGU

Vinte e cinco pessoas foram resgatadas com vida e sete
mortes já foram confirmadas em naufrágio no sudoeste do Pará. 
Uma embarcação naufragou na noite de terça-feira (22) em uma área denominada de Ponte Grande do Xingu, entre as cidades de Porto de Moz e Senador José Porfírio, no sudoeste do Pará. Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), já foram encontrados sete corpos de vítimas do naufrágio. Entre as vítimas estão um adolescente e uma criança de um ano.
O navio "Comandante Ribeiro" saiu do município de Santarém, oeste do estado, às 18h do dia 21 de agosto com cerca de 70 pessoas a bordo. A embarcação tinha escala nos municípios de Monte Alegre, Prainha e destino final em Vitória do Xingu.
As primeiras informações disponibilizadas pela Defesa Civil eram de que o acidente com a embarcação tinha ocorrido durante a madrugada desta quarta-feira (23), mas depois a Segup confirmou que o naufrágio aconteceu ainda durante a noite. Até as 10h, apenas 25 vítimas do naufrágio tinham chegado à margem do rio com vida.
A Marinha deslocou o Navio-Patrulha “Bocaina” para a área a fim de auxiliar nas buscas também. Um inquérito administrativo será instaurado para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente.
De acordo com a Segup, trabalham no resgate das vítimas do naufrágio as Defesas Civis Municipais de Belém, Senador José Porfírio e Vitória do Xingu. A Polícia Civil já investiga as causa do naufrágio.

CORPO DE HOMEM NÃO IDENTIFICADO E ENCONTRADO EM MATAGAL NA ZONA SUL DE URUARÁ.

No Início da noite dessa Terça-feira (22), o Corpo de Um homem já em estado avançado de Putrefação, foi encontrado Por Populares em Um matagal na Zona Sul da Cidade de Uruará.
Uma equipe da Polícia Cívil, Após ser informada da Situação foram até o local para inicia as investigações e pode Constatar que a Vítima Provavelmente foi Assassinado a golpes de faca, mais só a Perícia no Corpo pode apontar as Causas da morte.
Até o momento ainda não se Sabe a identidade da Vítima que é Um homem moreno de aproximadamente 25 a 30 Anos de idade.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

AUMENTO FRAUDULENTO DOS SALÁRIOS DE VEREADORES DE URUARÁ VIRA CASO DE JUSTIÇA.

Os vereadores envolvidos no esquema podem responder por Improbidade e 
quebra de decoro, podendo ate ser presos e perderem seus mandatos de Vereador.
Depois de ser notificada para apresentar documentações a respeito do aumento salarial dos vereadores de Uruará, onde o Ministério publico estadual deu um Prazo de 30 dias para que o presidente da Câmara apresentasse, documentação, comprobatória da legalidade da realização da sessão extraordinária que aumentou o salário dos vereadores.
Diante dos 30 dias passado a Câmara não se manifestou e não entregou a documentação solicitada pelo Promotor de Justiça, onde a justiça poderá espedir uma mandato de busca e apreensão na casa de lei em Uruará.
Segundo informações de Um funcionário da Câmara de Uruará aconteceu sim uma sessão Ordinária para votação do aumento salarial dos Vereadores no final do ano de 2016, onde todos os vereadores estavam presente na sessão. Palavras do funcionário "Se algum vereador disse que não assinou o aumento e porque não leu, pois eram acostumando a assinarem papeis sem ler e muito menos discutir a matéria". 

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

MARCHA PRA JESUS EM URUARÁ, VERGONHOSAMENTE MUITO MAL ORGANIZADA.

A Marcha para Jesus que aconteceu no ultimo sábado dia 12 no município de Uruará, com uma equipe de organizadores totalmente desorganizados, a decepção foi gigantesca.Cerca de umas 250
pessoas sairão as ruas de Uruará, com uma volta na cidade com o termino em uma quadra poliesportiva, onde seria a pregação do preletor Vanderlei Carceliano, e a Cantora Monica, onde apenas alguns pastores de algumas denominação religiosas e Ministério de louvor se apresentaram.
Com uma presença minima de evangélicos, a marcha para Jesus de Uruará foi marcada por decepção onde o pregador que estava sendo anunciado Vanderlei Carceliano não esteve presente no evento e também a cantora Monica Pinheiro também não pisou no Palco do evento.
Segundo informações O Pastor Vanderlei Carceliano não tinha agenda para o Município de Uruará no dia 12 e sim para a cidade do Rio de Janeiro  no Ministério Aviva Arcozelo, na cidade de Paty Alferes Rio de Janeiro. 
Entramos em contatos com a assessoria do Pastor Vanderlei Carceliano, onde asseguraram que foi agendado por um organizador do evento mas o mesmo não entrou em contato para concluir a contratação. Destaca a assessoria que estava tudo certo mais ninguém entrou em contato, para concluir, e também nem sabe se foi mandado o dinheiro das despesas de viagem do Pregador.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Uruará: Motorista de caminhão de linha do travessão km 165 sul é morto a tiros

Motorista Loiça do travessão km 165 sul 
é assassinado a tiros na cidade de Uruará
Vitima
Um motorista de caminhão F-4.000 que fazia a linha travessão km 165 sul/cidade, foi assassinado a tiros na manhã desta terça-feira, 15, na zona noroeste da cidade de Uruará, o mesmo morava no referido travessão onde mantinha um bar. 
A vítima de nome Alberto Alves Mendes, mais conhecido pelo apelido de Loiça, foi morta com tiros na cabeça dentro do próprio caminhão, crime ocorrido por volta das 10 horas quando seguia por um ramal do km 181 norte da Transamazônica (BR-230), perímetro urbano, beco das serrarias.
A autoria do crime e a motivação ainda são desconhecidas.
A Polícia Civil e a Polícia Militar estiveram no local realizando os primeiros levantamentos de informação sobre o homicídio dando início as investigações. 
Segundo informações já apuradas pela Polícia, dois indivíduos numa motocicleta usando capacete se aproximaram do motorista e efetuaram dois disparos, em seguida os indivíduos fugiram tomando rumo ignorado. 
Um inquérito policia será instaurado e testemunhas devem ser ouvidas.
Crime com características de execução.
Por Joabe Reis

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

RODOVIA TRANSAMAZÔNICA INTERDITADA NO MUNICÍPIO DE PLACAS.

Servidores da educação do município de placas, acabaram de interditar a rodovia Transamazônica, em busca de chamar atenção e pressionar a atual gestão, para que consigam êxito nas negociações.. MAIS INFORMAÇÕES A QUALQUER MOMENTO

PLACAS - PA FICOU LITERALMENTE EM CHAMAS DURANTE A MANIFESTAÇÃO DOS PROFESSORES DO MUNICÍPIO

Os grevistas negam que tenham ateado fogo nos pneus que estavam na frente da prefeitura e alguns nos informaram que até tentaram evitar danos maiores retirando parte dos pneus - “estávamos reunidos quando de repente vimos a fumaça e o fogo nos pneus e corremos para tentar apagar e retiramos o que deu se tivéssemos tirado teria feito um estrago” - disse um professor à nossa redação via whats app.
Uma matéria chegou a ser veiculada afirmando que os grevistas teriam ateado fogo nos pneus, mas os professores dizem não saber quem causou o incêndio e acusam o advogado da prefeitura de ter insultado a categoria após o incêndio. Em nota enviada ao Blog Brasil Novo Notícias por meio do assessor de comunicação Jeferson Souza, informa que a ação do advogado foi de notificar a quebra de acordo entre governo sindicato devido o incidente.
As tentativas de negociação já duram mais de trinta dias. Duas reuniões foram feitas nesta segunda-feira onde o governo concordou em retomar carga horária de oito, como prevê o Projeto de Lei 246/2017 para seis horas como antes, mas somente para p pessoal de apoio. Outra reunião estava marcada para as 15:00 horas de hoje, mas a reunião não aconteceu e a greve continua e os alunos continuam sem aula.
Por Valdemídio Silva

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

PREFEITOS BRANDÕES ENCURRALADOS PELOS EDUCADORES DOS MUNICÍPIOS DE PLACAS E URUARÁ.

Os Prefeitos dos municípios de Placas Raquel Brandão e Uruará, Gilson Brandão estão desafiando os Proficionais na educação dos referido municípios. No município de Placas os educadores decretaram na manha de hoje que se a Prefeita não se reunir com a categoria  ate a final do dia e dar uma decisão favorável a classe educadora, na manha dessa Terça feira a rodovia Transamazônica sera bloqueada em manifestação. Já no município de Uruará o Prefeito vem se escondendo da categoria marcando reuniões e não comparecendo deixado os educadores revoltados. onde segundo informações esta marcada uma reunião para as 15 hora na câmara Municipal de Uruará, convocada pelo Presidente da casa de Lei Jackson Oliveira. 
Segundo informações da categoria dos educadores de Uruará se o prefeito não comparecer ou não cumprir a palavra empenhada e não chegar a um acordo, os professores deflagram a greve na quarta-feira.

Policia Civil cumpre mandados e prende vereador Reginaldo Campos e assessores em Santarém

Estima-se que o prejuízo aos cofres públicos seja de 
aproximadamente R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).
A Superintendência Regional do Baixo e Médio Amazonas, com o apoio do Ministério Público, deflagrou operação denominada “Operação Perfuga” que no latim significa “o desertor” no sentido de “que ou aquele que abandona suas convicções, sua religião, seu compromisso ou a causa de que era defensor”. A operação foi batizada com este nome porque os são investigados funcionários públicos que firmaram o compromisso de bem servir a sociedade, porém abandonaram esse mister, passando a agir em interesse estritamente particular.
O inquérito policial apura crimes de peculato, falsificação de documento público, corrupção e associação criminosa.
A Polícia Civil e Ministério Público estão cumprindo 2 mandados de prisão preventiva, 6 mandados de prisão temporária, 5 conduções coercitivas e 25 mandados de busca e apreensão. Entre as buscas estão a sede da Câmara Municipal de Santarém e a sede da SESPA em Santarém, e ainda em uma sala do hospital regional, onde funciona o setor de regulação da SESPA.Carro do Gaeco em frente à sede do Poder legislativo.
Pessoas procuravam o Vereador Reginaldo Campos para solicitar a facilitação de agendamentos de consultas e exames, essas demandas eram repassadas para a técnica em enfermagem, servidora pública que exercia sua funções no regulação da SESPA, a qual providenciava o efetivo agendamento através dos outros servidores do setor.
A servidora da SESPA Sarah Campinas, que recebia as demandas repassadas pelo Vereador Reginaldo Campos também recebia remuneração mensal da Câmara dos Vereadores, sem a devida contra prestação do serviço público.
No decorrer das investigações, foram identificadas outras pessoas que também eram servidores “fantasmas”, ou seja, recebiam remuneração sem a devida contra prestação do serviço público, tendo entre os servidores fantasmas advogados e pessoas ligadas a lideranças de bairro ou líderes religiosos.
Outros servidores da Câmara também concorreram para a prática de crimes de peculato, e tentaram prejudicar as investigações falsificando documentos e prestando informações falsas, além de autorizarem e efetivamente procederem as contratações e pagamentos dos servidores “fantasmas”, mesmo tendo conhecimento que não estava ocorrendo a contra prestação do serviço público.
Com informações do RG 15/O Impacto

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Atentado contra carro do presidente da Câmara em Medicilândia

´´O Clima continua tenso em Medicilândia, 
e o vereador teme por sua vida e de seus familiares´`.
Desta vez foi o carro do presidente do Poder Legislativo de Medicilândia, vereador Cleder Cleiton Barth que foi incendiado na madrugada desta quinta-feira, 3 de agosto. De acordo com uma postagem do parlamentar nas redes sociais por volta das 2 horas da manhã pessoas começaram a bater nas portas de sua casa e logo depois atearam fogo no veículo. Ainda de acordo com o vereador, a ação criminosa pode estar ligada à sua atuação como parlamentar. Segundo Cleder, matérias importantes estão sendo votadas nos últimos dias naquela Casa de Leis e, em algumas delas, ele tem sido responsável pelo voto decisivo. “Atentado criminoso em meio aos embates políticos, votação de projetos de leis que prejudicariam a população, sendo meu voto decisivo pela reprovação dos mesmos”, afirmou o vereador em sua página do Facebook. 
No local onde foi incendiado o veículo, a polícia recolheu um recipiente com resto de gasolina, o que aponta para um incêndio criminoso.
A onda de violência no município começou na madrugada da última terça-feira, 01, quando bandidos fortemente armados invadiram a agência do Banco do Brasil, explodiram o cofre e levaram todo o dinheiro que tinha na agência. Durante a ação, os criminosos ainda espalharam terror pela cidade, disparando centenas de tiros para todos os lados. Além do banco, a quadrilha também agiu simultaneamente contra o destacamento da polícia militar que foi cravejado de balas durante um tiroteio intenso.
As policias civil e militar estão investigando tanto o assalto como o ataque à casa do vereador, mas até o momento ninguém foi preso.
Por: Wilson Soares (TV Vitória – Canal 20 & Jornal A Voz do Xingu)

VERGONHA PARA OS GOVERNANTES DE URUARÁ

E vergonhoso a situação de Uruará, onde nada funciona! Um esgoto a céu aberto esta deixando os Uruaraenses com anciãs de vomito pois uma fossa esta a mais de 60 dias transbordando no centro comercial de Uruará e a Prefeitura não toma nenhuma providencia. Vamos tomar vergonha na cara governo NOSSA TERRA NOSSO FUTURO  e para de mentiras e trabalhar mais...

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Ministério da Saúde vai liberar R$ 36 milhões para atenção básica de 85 municípios do Pará

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta segunda-feira (31), a liberação de R$ 36 milhões para reforçar o atendimento em atenção básica no Pará. Os recursos serão divididos para 85 municípios no custeio de 176 novas Equipes de Saúde da Família, contratação de 503 novos Agentes Comunitários de Saúde, 79 novas equipes de Saúde Bucal, 27 novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família, uma nova Equipe de Consultórios na Rua e duas novas Equipes de Saúde Prisional.
Após visitar as instalações do Instituto Evandro Chagas (IEC), localizado em Ananindeua, o ministro participou de uma reunião onde ouviu diversas demandas de prefeitos e secretários municipais de saúde que se queixaram da falta de investimentos em várias áreas, entre elas, a falta de medicamento para pessoas com o vírus HIV, a falta de recursos para serviços de hemodiálise, condições de trabalho para agentes comunitários da saúde e a falta de verba para concluir as Unidades de Pronto Atendimento (UPA`S).
Na ocasião, a prefeita de Primavera, Renata Sousa, solicitou mais flexibilidade com os recursos que são encaminhados através de emendas parlamentares aos municípios. “Recentemente recebemos várias emendas para compra de equipamentos, mas no momento nossa necessidade é o custeio, então seria de extrema importância que, nós gestores, pudéssemos ter mais autonomia para investir as verbas nas áreas de maior prioridade”, comentou.
Em resposta ao questionamento da prefeita, o ministro da saúde também anunciou que já revogou portarias para que os prefeitos tenham mais independência na administração neste sentido.
Barros também deu retorno ao pronunciamento do prefeito de Chaves, Bira Barbosa, que pediu mais atenção às cidades do Marajó. O ministro informou que nos próximos 15 dias será destinada uma verba para que os municípios do Arquipélago possam fazer aquisição de novas unidades fluviais de saúde.
O Prefeito de Uruará, Gilson Brandão, disse que tem uma UPA concluída, mas sem condições de funcionar, sem ter equipamentos, ressaltando que toda ajudado MS é importante para a reorganização da saúde do seu municípios.
Em seu discurso, o presidente da Federação das Associações dos Municípios do Pará (Famep), Xarão Leão, reforçou a questão da desigualdade enfrentada atualmente pelos municípios. “A municipalização da saúde sempre foi o maior desafio para os gestores municipais. Infelizmente as políticas públicas de hoje são elaboradas pensando nos municípios do sul e sudeste do país, mas a nossa realidade é completamente diferenciada, então isso deve ser repensado. Por isso sugerimos que este diálogo com o ministro da saúde seja estendido a todas as regiões”, finalizou Xarão.
“Estamos destinando um recurso bastante significativo para o estado do Pará com o intuito de ajudar o gestor a prestar um serviço de mais qualidade à população. É um esforço muito grande que temos feito, não apenas aqui, mas em todo o Brasil. Por isso, vamos manter a boa parceria da União com estados e municípios para que possamos continuar avançando”, destacou o ministro.
VEJA LOGO MAIS. JOVEM MORRE AFOGADO NO RIO IRIRI

ASSALTO NA MADRUGADA A AGÊNCIA DO BANCO DO BRASIL EM MEDICILANDIA - DESTRUIÇÃO TOTAL.

Assaltantes cercaram toda a cidade e fizeram explosões na agência bancária do Banco do Brasil, o crime foi no início da madrugada desta terça (1). Segundo testemunhas os criminosos usavam armas de grosso calibre e chegaram a atirar dezenas de vezes na praça central da cidade.
Enquanto uma equipe explodia caixas de uma agência bancária outros atiravam na praça e em frente ao pelotão de polícia militar do município que foi cercado. Os criminosos fizeram três reféns no hospital da cidade, sendo, dois técnicos de enfermagem e um vigilante, que estavam no plantão.
Ao seguirem fuga sentido Uruará, através da BR220, eles levaram os funcionários do hospital municipal e os liberaram na altura do Km 91, lá ainda atearam fogo em um carro branco deixando em cima de uma ponte para dificultar a passagem da polícia. As forças de segurança que deveriam contar com o apoio de um helicóptero doado pela Norte Energia, poderiam chegar ao local em tempo real com tropas especializadas, no entanto não houve qualquer reação em tempo hábil por falta desta aeronave na região, que ficou em Belém desde que foi entregue ao governo do Pará.
Com exclusividade o Xingu230 falou com um dos reféns que nos contou que foram colocados de joelhos no chão em frente ao banco como escudo humano, enquanto os criminosos faziam a ação.
"Eram muitos homens armados, eles seguiram com os três do hospital e mais dois vigilantes da praça e uma outra pessoa, ao todo éramos seis reféns" contou uma testemunha.
A população amanhece em choque com a onda de violência, não se tem informações de feridos, nem quanto em dinheiro foi levado, varias cápsulas de submetralhadora estão sendo encontradas em várias partes da cidade. A polícia militar já pediu reforços, segundo o Batalhão do Xingu, todo o policiamento da Região foi informado da ação criminosa em Medicilândia.
A cidade de Medicilândia fica a 90km de Altamira, a economia da cidade é baseada na produção de amêndoas de cacau e pecuária, o Banco do Brasil do município já foi alvo de criminosos a dois anos, quando bandidos agiram de forma silenciosa e levaram armas, munição e coletes balísticos, desta vez a ação foi literalmente explosiva e com disparos de arma de fogo durante toda ação do bando.
Por: Felype Adms e Edlene Gonçalves | Xingu230

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Empresários são presos por furtarem energia elétrica em Uruará

Durante operação Polícia Civil prende 
3 por furto de energia elétrica em Uruará
Nesta terça-feira, 25, a Polícia Civil realizou operação que combateu a prática de furto de energia na cidade de Uruará, três pessoas foram presas. A operação policial teve início as 08h, com o apoio do Centro de Perícias Renato Chaves, após denúncias da empresa CELPA S/A, com intuito de coibir práticas de furto de energia elétrica.
Na companhia de técnicos da Celpa foram vistoriados quatro estabelecimentos comerciais, nos quais os proprietários de três deles foram autuados em flagrante, dois por furto simples e um por furto qualificado mediante fraude.
Em um dos estabelecimentos não foi localizado o responsável, sendo que um inquérito foi instaurado para apurar o furto de energia.
"Os presos foram conduzidos a delegacia, após serem autuados em flagrante e o pagamento de fiança arbitrada em sede policial, dois presos foram liberados para responder pelo crime em liberdade e um deles foi liberado para responder em liberdade, após alvará de soltura expedido pelo juízo da comarca de Uruará, tendo em vista que, neste caso ocorreu o furto qualificado, com pena superior a quatro anos", informou o delegado Walison Damasceno.
A Polícia não divulgou o nome dos envolvidos no caso.
Por Joabe Reis
Informações: Polícia Civil de Uruará

terça-feira, 25 de julho de 2017

Prefeito de Tucuruí é baleado e morre em atentado no Pará

Jones William vistoriava operação tapa buraco quando foi
abordado por dois homens em uma moto, que atiraram contra ele.
O prefeito de Tucuruí, Jones William (PMDB), foi morto em um atentado na tarde desta terça-feira
(25). Segundo testemunhas, ele estava na estrada que liga a cidade ao aeroporto, vistoriando uma operação tapa-buraco, quando dois homens em uma moto o abordaram e atiraram várias vezes.
Jones William era enfermeiro e tinha 42 anos. Ele foi eleito prefeito em 2016 com 31.268 votos, que representam 53,50% dos votos válidos. Ele era investigado pelo Ministério Público Estadual, que havia pedido seu afastamento por improbidade administrativa. Segundo o MPE, Jones é suspeito de direcionar contratos e licitações para um empresário local. O processo tramita em sigilo.
O crime ocorreu por volta de 16h. De acordo com pessoas que estavam no local, o prefeito teria sido atingido com tiros no peito e na cabeça. Ele foi levado para o Hospital Regional, chegou a ser encaminhado para o centro cirúrgico, mas não resistiu. A prefeitura ainda não divulgou informações sobre o enterro.
Uma equipe da Divisão de Homicídios da Polícia Civil foi deslocada de Belém para dar apoio nas investigações do caso.
Outros casos
Este foi o segundo caso de prefeito assassinado na região sudeste do Pará em dois meses. No dia 16 de maio Diego Kolling (PSD), prefeito da cidade de Breu Branco, que fica a 38 km de Tucuruí, foi morto enquanto andava de bicicleta na companhia de amigos em um trecho da rodovia PA-263, que liga Tucuruí a Goianésia do Pará.
De acordo com a assessoria da Polícia Civil, por volta de 7h30, a vítima, de 34 anos, teria recebido um tiro no lado direito do peito. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.
Em janeiro de 2016 o prefeito de Goianésia do Pará, João Gomes da Silva (PR), o "Russo", foi morto a tiros enquanto estava dentro de um velório no centro da cidade, que fica a 98 km de Tucuruí. Ele tinha 62 anos e ocupava o cargo desde 2013. 
G1-Pa

terça-feira, 18 de julho de 2017

MANIFESTANTES INTERDITAM A TRANSAMAZÔNICA NOVAMENTENTE NA MANHÃ DESSA TERÇA FEIRA.

A BR230 foi liberada na noite desta segunda em Uruará e voltou a ser bloqueada novamente na manhã de terça (18).
Equipes da PRF e um representante da Casa de Governo da Presidência da República, negociaram a liberação da rodovia para garantir o fluxo de veículos a 12km da cidade de Uruará na região sudoeste do estado, a estrada tem filas gigantescas dos dois lados do bloqueio, onde segundo informações os manifestantes só vão liberar a rodovia mediante uma negociação de sua reivindicações.
Os protestos começaram por volta das 6h da manhã desta segunda-feira (17), os moradores reclamam das péssimas condições da estrada do Chapadão, atraso no Programa Luz para Todos, entre outras pautas.