sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

PRE pede a punição de 48 acusados de irregularidades nas eleições no Pará entre eles a de Eraldo Pimenta.

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Pará entrou nesta sexta-feira, 19 de dezembro, com 17 ações no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra 48 acusados da prática de ilegalidades durante as eleições deste ano. Entre eles estão 15 candidatos, incluindo o candidato reeleito ao governo do Estado, Simão Jatene, e o candidato que disputou com Jatene o segundo turno das eleições, Helder Barbalho.
Na maioria das ações foi pedida a cassação do registro ou diploma dos candidatos e a declaração de inelegibilidade por oito anos de todos os acusados. Segundo as ações, assinadas pelo Procurador Regional Eleitoral Alan Rogério Mansur Silva e pelos procuradores eleitorais auxiliares Bruno Araújo Soares Valente, Maria Clara Barros Noleto e Nayana Fadul da Silva, as ilegalidades mais recorrentes foram o abuso de poder político e econômico, a compra de votos e a prática de condutas proibidas a agentes públicos durante o período eleitoral. A PRE, órgão do Ministério Público Federal que atua nas questões eleitorais, apontou que programas de governo, como o Cheque Moradia, do governo estadual, e o Minha Casa Minha Vida, do governo federal, foram utilizados para obtenção de votos nas campanhas. Também houve utilização indevida de meios de comunicação.
Inelegibilidade – Além das irregularidades denunciadas à Justiça Eleitoral, a Procuradoria Regional Eleitoral encaminhou duas ações em que aponta a ocorrência de inelegibilidade de dois candidatos provocada por desaprovações de contas pelo Tribunal de Contas do Estado e pelo Tribunal de Contas da União anunciadas após o registro das candidaturas. A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) também pediu a cassação do diploma de deputado estadual, do ex-prefeito de Uruará e eleito a deputado estadual Eraldo Pimenta. Acusação: Inelegibilidade. Segundo a ação da Procuradoria Regional Eleitoral, o Tribunal de Contas do Estado considerou irregulares as contas apresentadas por Pimenta quando ele foi prefeito de Uruará. Pedidos da ação:Cassação do diploma de deputado estadual do candidato e inelegibilidade por oito anos.

Governador e outros eleitos em 2014 receberam o diploma da Justiça Eleitoral em cerimônia na UFPA

O governador Simão Jatene foi diplomado pela Justiça Eleitoral na manhã desta sexta-feira (19), no centro de eventos Benedito Nunes, na Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém.
A cerimônia começou pouco depois das 10h e foi conduzida pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), desembargador Leonardo de Noronha Tavares.
Na mesa oficial estavam o governador, a presidente do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), Luzia Nadja Nascimento, o deputado Márcio Miranda - representando a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) -, e o procurador regional eleitoral, Alan Mansur.
Em sua fala, o desembargador Leonardo Tavares parabenizou os eleitos e destacou que o pleito de 2014 foi um dos mais tranquilos e seguros do país. Segundo Tavares, o processo eleitoral mobilizou oito mil servidores do tribunal no Estado. O procurador regional eleitoral, Alan Mansur, ressaltou o papel dos eleitores, que este ano ajudaram a aumentar as denúncias de crime eleitoral. Os relatos ganharam força depois que o Ministério Público Eleitoral passou a receber denúncias por meio do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp.
Governador explica reforma administrativa,Em conversa com a imprensa após a diplomação, o governador Simão Jatene comentou a polêmica em torno da aprovação da reforma administrativa na última quarta-feira (17), na Alepa. Jatene tranquilizou os servidores de órgãos como a Fundação Curro Velho e Instituto de Artes do Pará, que serão encampados em uma nova fundação cultural criada na reforma administrativa.
O governador reforçou que os servidores devem voltar normalmente às suas atividades no dia 1º de janeiro de 2015, após o recesso de fim de ano. Ele destacou que o governo terá o prazo de 90 dias para colocar as mudanças em prática. Jatene ressaltou que nenhum servidor será demitido e enfatizou que a mudança faz parte da nova proposta de gestão de seu governo, com foco na geração de economia para os cofres públicos. O governador evitou falar de nomes do novo secretariado e informou que a equipe será anunciada após o Natal.
Parlamentares mais votados prometem trabalho. O delegado da Polícia Civil do Pará, Éder Mauro, foi um dos eleitos diplomados pela Justiça Eleitoral nesta sexta-feira (19), em Belém. Mauro disputou sua primeira eleição pelo PSD e foi o deputado federal mais votado do Pará com 265.977 votos.
Ele disse que em Brasília vai priorizar a proposição de projetos na área de segurança para ajudar a diminuir os índices de violência no Estado. O foco do parlamentar é trabalhar em projetos que evitem a entrada de jovens da periferia no crime organizado.
Reeleito deputado estadual em 2014, Márcio Miranda agradeceu a população pelos 82.731 votos recebidos. Miranda foi o deputado estadual mais votado nas eleições de outubro e é atual presidente da Alepa. Ele fez um balanço positivo do ano no legislativo estadual e se disse feliz por ter sido o mais votado, 'o que é sinônimo de que estou desenvolvendo um bom trabalho na Alepa'.
Vitória após disputa acirrada
O governdor Simão Jatene foi eleito com 1.858.869 milhões de votos, o que equivale a 52,92% dos votos válidos. Ele derrotou o peemdebista Helder Barbalho, que terminou o segundo turno com 1.721.479 (48,08% dos votos).
Além de Jatene e o vice-governador Zequinha Marinho, foram diplomados o senador Paulo Rocha e os suplentes Valdir Ganzer e Ibanes Taveira da Silva; os deputados federais Éder Mauro, Nilson Pinto, Edmilson Rodrigues, Lúcio Vale, Beto Faro, Wladimir Costa, Josué Bengston, José Priante, José Geraldo, Roberto Salame Filho, Elcione Barbalho, Júlia Marinho, Hélio Leite da Silva, Simone Morgado, Joaquim Passarinho, Arnaldo Jordy e Francisco Alves Aguiar.
E os estaduais Márcio Miranda, Cilene Couto, Júnior Ferrari, Luiz Furtado Rebelo Filho, Neil Duarte, Ana Cunha, Martinho Carmona, Júnior Hage, Fernando Coimbra, Raimundo Santos, Eliane Alves da Silva, Sebastião Miranda Filho, Hilton Aguiar, Carlos Bordalo, Celso Sabino, Sidney Rosa, Cássio Andrade, Thiago Araújo, José Renato Ogawa Rodrigues, Divino dos Santos, João Chamon Neto, Wanderlan Quaresma, Milton Campos, José Raimundo de Oliveira, Antônio Gomes de Lima, Ozório Juvenil, Luiz Afonso Sefer, José Scaff, Olival Henrique Marques de Souza, Dirceu Ten Caten Pies, Airton Faleiro, Tércio Júnior Souza Nogueira, Francisco das Chagas Silva Melo Filho, Haroldo Martins, Iran de Lima, Eraldo Pimenta, Eliel Faustino, Waldemiro Sanova, Lélio Costa da Silva e Jaques da Silva Neves.
Por: Redação ORM New

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

GEDEON MOREIRA É REELEITO PRESIDENTE DA CÂMARA DE URUARÁ

ELEITA MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARA O BIÊNIO 2015/2016
Com nove votos a favor, três votos de abstenção (Zenilson Negão, Gilmar Milanski e Jachison Oliveira) e um contra (Luiz Macedo), o vereador Gedeon Moreira e reeleito presidente da câmara de vereadores para o biênio de 2015/2016, Amauri Oliveira (vice-presidente), Manoel Ribeiro (1º secretário) e Rodoaldo Pacheco (2º secretário), foram eleitos para compor a nova mesa diretoria para o biênio 2015/2016.
A sessão solene aconteceu na última segunda-feira, dia 15 de Dezembro, as 9.00 horas da manhã, na Câmara Municipal de Vereadores. Por Cirineu Santos

ERALDO PIMENTA TEM PRESTAÇÃO DE CONTAS DAS ELEIÇÕES 2014 REJEITADA E PODERÁ NÃO SENTAR EM SUA CADEIRA SONHADA.

NO FINAL DO MÊS DE SETEMBRO O BLOGO URUARA EM FOCO TINHA, DECLARADO O QUE IRIA ACONTECER, ONDE O MESMO NÃO TINHA PRESTADO CONTAS NA PRIMEIRA E NEM NA SEGUNDA PARCIAL.
COMO TUDO QUE O MESMO FAZ FICA  PELA METADE, NÃO ERA DE ESPERAR OUTRA COISA.
O ex-prefeito de Uruara e deputado eleito nas eleicoes de Outubro tem sua contas de campanha reprovada pelo tribunal Regional Eleitoral do Para. Diante de um breve analise dos membro do tribunal, onde vários Juízes por unanimidade rejeitaram  as contas de Eraldo Pimenta, mesmo com 8 Advogado para defende-lo. Segundo os Juizes os recursos usado nas despesas não foram procedente da conta bancaria de campanha infringindo assim o artigo 18 da Resolução-TSE nº 23.406/2014   onde torna procedente a impugnação a prestação das contas do deputado. Com sua prestação de contas da campanha rejeitada, o deputado poderá não ser diplomado onde a cerimônia de diplomação ira acontecer na universidade Federal do Para  nessa sexta feira, dia 19/12/ as 10 horas, onde governador, senador, deputados federais e estaduais será diplomado em seus cargo publico para tomarem posse no dia 01/01/2015.
O artigo 18 da resolução 23.406/2014 e clara na prestação de contas,descumprindo a legislação do art. 36 da Resolução-TSE nº 23.406/2014, da Justiça Eleitoral em que o candidato tem que torna públicas as informações das prestações de contas (parcial ou final), com a discriminação dos recursos financeiros e/ou estimáveis em dinheiro arrecadados para financiamento da campanha eleitoral e dos gastos realizados, detalhando doadores e fornecedores declarados por candidatos, partidos políticos e comitês financeiros.
Diante disso, o deputado corre o risco de não assumir o mandato ficando inelegível, e ficha suja.
VEJA LOGO MAIS.  ERALDO PIMENTA TEM PRESTAÇÃO DE CONTAS DAS ELEIÇÕES 2014  REJEITADA E PODERÁ NÃO SENTAR EM SUA CADEIRA SONHADA.

Policia Federal apreende 258 Quilos de cocaína

Os 258 quilos de cocaína foram apreendidos após uma operação da Polícia Federal as proximidades do
município de Rurópolis, na BR 163, a PF havia recebido uma denúncia de que um grande carregamento de droga estaria vindo para a região.
Após a denúncia os agentes se deslocaram na tarde de domingo para um trecho logo após o município de Rurópolis, onde iniciaram as abordagens aos veículos que passavam pelo local.
O motorista do caminhão foi identificado como Rosivaldo Nascimento, 35 anos, natural de fortaleza, foi preso por volta das 15 horas desta segunda feira, ao ser abordado pelos agentes ele apresentou muito nervosismo, o que fez com que eles desconfiassem da atitude suspeita. Durante a vistoria no caminhão um fundo falso foi encontrado no início da carroceria. Outra situação que também chamou a atenção dos agentes foram as placas tanto do cavalo como da carroceria que eram de municípios diferentes.
Rosivaldo foi preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Ao prestar depoimento ao delegado da PF disse não saber o destino do entorpecente, mas os agentes afirmam que o material só estaria de passagem na região, seguindo para o Nordeste.
De acordo com o agente Uilses Tavares caso a droga fosse misturado a outras substâncias, poderia chegar a meia tonelada de entorpecente. O motorista foi encaminhado para a Penitenciária Agrícola de Cucurunã.
Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS

sábado, 13 de dezembro de 2014

AGENCIA DA CAIXA ECONÔMICA FOI INAUGURADA EM URUARÁ



Aconteceu no ultimo dia (10) uma  cerimônia de Inauguração da Agência da Caixa Econômica Federal, em Uruará, que aconteceu as 18h. Onde o Prefeito Everton de Uruara e o Prefeito da cidade Placas; Leonir o Gauchão, estiveram presente no evento, onde  a Superintendente da agencia Regional de Altamira fez um breve resumo da historia da cidade de Uruara fazendo o publico presente voltar ao passado. 
O grupo folclórico de Uruará; Arara Azul, também fez parte da cerimônia abrilhantando com danças Culturais.
E um breve discurso o Prefeito de Uruara destacou que com a  inauguração da Agência no municipio de Uruara, vai facilitar o acesso da população aos serviços oferecido pela Caixa. Além de oferecer diversos produtos com taxas competitivas, a Caixa é o principal agente financeiro das políticas públicas do Governo Federal, estando à frente dos mais importantes programas, como Minha Casa Minha Vida (PMCMV), Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e programa Bolsa Família. A Cerimônia contou com a presença de empresários da cidade,vereadores das cidades de Placas e Uruara, onde o evento foi abrilhantado com uma apresentação do grupo Arara azul, que mostrou a cultura
Uruaraense.


URUARA TEM R$ 8.000.000,00 EM PROJETOS APROVADO PELO PDRS XINGU

Desde 2011, já foram liberados R$ 150 milhões para 147 projetos de municípios da região (Altarmira, Anapu, Brasil Novo, Gurupá, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Pacajá, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu).
Aconteceu nos dias 11 e 12 de Dezembro uma reunião em Altamira para aprovações de projetos do PDRS
Xingú, onde o município de Uruará aprovou mais de R$ 8.000.000,00 em projetos a serem executados em 2015 em diversas áreas. 
O Comitê Gestor do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Xingu realizou sua última reunião do ano nesta quinta (11) e sexta-feira (12) para definir os projetos que receberão em 2015 os R$ 51,6 milhões disponibilizados por meio de edital.
Desse total, 22% já foram concluídos, 60% estão em execução e 18% estão em fase de contratação.
Entre os projetos já aprovados estão o fortalecimento dos Conselhos Municipais de Direito da Criança e do Adolescente (R$ 300 mil); a construção do Centro Cultural dos Povos Indígenas Xipaia, Curuaia e Juruna (R$ 314 mil); a implantação de pólos de desenvolvimento nas Reservas Extrativistas da Terra do Meio (R$ 795 mil) e o desenvolvimento do cultivo de hortaliças (R$ 448 mil) e da cadeia produtiva do cacau (R$ 900 mil) em Altamira.  
De acordo com o diretor do Departamento de Energia Elétrica da Secretaria do PAC, Celso Knijnik, a expectativa do governo federal nesta reunião é aprovar e ver a execução dos projetos o mais rápido possível. Os investimentos se destinam ao fomento econômico, à infraestrutura, à segurança alimentar, à inclusão social, à capacitação e gestão municipal, à saúde e à educação.
O Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRS) do Xingu tem a finalidade de implementar políticas públicas e iniciativas da sociedade civil que promovam o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida de mais de 400 mil pessoas que habitam a região impactada pela construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A Banda de Musica de Uruara deu um mega Show, também o grupo de dança fez uma bela apresentação.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

VEJA LOGO MAIS: CAIXA ECONÔMICA É INAUGURADA EM URUARÁ

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

                                          COMUNICADO
A Polícia Federal em Altamira informa que entre os dias 26 de dezembro de 2014 e 05 de janeiro de 2015 não haverá atendimento a solicitação de passaportes.
O Núcleo de Passaporte/Imigração entrará em recesso
Clarissa Costa Comunicação Social da Polícia Federal em Altamira

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Prefeita de Belterra tem mandato cassado pelo TRE-PA

A prefeita de Belterra, oeste do Pará, Dilma Serrão (PT), teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional
Eleitoral do Estado (TRE-PA) nesta terça-feira (9), em Belém, por captação ilícita de sufrágio (compra de votos) e conduta vedada. De acordo com a juíza eleitoral e relatora dos processos, Eva do Amaral, os crimes eleitorais foram julgados procedentes, mas ainda é preciso aguardar a publicação do acórdão do tribunal. 'Num dos processos tem provas referentes ao dinheiro que foi dado para pagamento de aluguel de uma pessoa e também de utilização de dinheiro público para fazer campanha por meio do aluguel de um carro som (...). Realmente foi caracterizado que houve captação ilícita de sufrágio e conduta vedada, mas só vai valer depois que for publicado o acórdão', esclareceu. Depois disso, o segundo colocado no pleito de 2012, Jociclélio Macêdo (DEM), é quem deverá assumir a Prefeitura de Belterra. 'Ela está inelegível, o que ficou em segundo lugar terá que tomar posse', afirma a juíza. 
Os advogados de defesa da prefeita informaram que ainda vão recorrer da decisão. Fonte ORMN

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

JOVEM LEVA FACADA NO PEITO E MORRE EM URUARÁ

Um Jovem de 20 anos teve sua vida tirada com uma facada no peito na noite deste Sábado no município de Uruará.
Diante das ocorrência de brigas e mortes em uma casa de Seresta na Cidade de Uruará, onde rola de tudo, drogas, prostituição e muita bebedeira mais uma vida é tirada. Segundo informações na noite de sábado por volta da meia noite, por motivos fútil o Jovem Samuel Sousa Melo levou uma facada no peito, onde um Jovem que presenciou o crime relatou que viu Samuel levando o que tinha aparência de um soco onde a vitima saiu correndo. Mas logo em seguida a testemunha disse que deparou com a realidade e confirmou que Samuel tinha levado mesmo era uma facada. O Jovem ainda foi socorrido para o Hospital Municipal de Uruará, mas já chegou sem vida. A policia agiu rápido e prendeu o assassino Raimundo de Sousa de 24 anos que estava escondido no travessão do 190. O criminoso foi autuado por assassinato e esta a disposição da Justiça.  O histórico do local descrito acima, deixa a população da cidade de Uruará preocupada, onde a violência vem a algum tempo dominando quem frequenta o devido local. A situação devera chegar aos órgão de competência como, Câmara de Vereadores e Ministério Publico para que as devida medidas cabíveis seja tomadas  para que, mais vidas não sejam ceifadas nesse recinto.


sábado, 6 de dezembro de 2014

PROFESSORES REVOLTADO, CAUSAM BADERNA NA CÂMARA MUNICIPAL DE URUARÁ


VEREADORES E PROFESSORES ACABARAM NA DELEGACIA DE POLICIA CIVIL DE URUARÁ. 
Na sessão dessa sexta feira 05/12 dezenas de educadores, estiveram acompanhando a sessão da câmara municipal de  Uruará, onde o clima esquentou, e a sessão teve que ser encerada.
A sessão ordinária estava em pauta o orçamento de 2015, onde os educadores, queriam que os vereadores afastassem o prefeito da cidade, que segundo os mesmo estão sendo prejudicado com os cortes salariais. Diante da câmara não atender os educadores, dezenas de ovos foram disparados em direção dos vereadores, e a baderna deu inicio com agressões verbais, onde o presidente da câmara deu por encerada a sessão. Diante de cadeira de pernas para cima, vidros de portas quebrado, ovos disparados nas paredes da casa de leis,  vereadores agredidos verbalmente, com empurrões, a policia Militar interveio para controlar o descontrole de alguns. Depois do acontecido os educadores e vereadores foram ate a delegacia de Policia civil de Uruará dar explicações ao delegado, onde o Major Marcio Abud  destacou esta muito preocupado com essa situação do professores de Uruará que a mais de 3 meses estão nessa discórdia com o executivo, onde o Major destaca sua preocupação dizendo eu não quero ver nos a Policia prendendo um Professor, porque deu um tiro em um Vereador, ou causou outro delito, pois vejo todos trabalhadores e não vagabundos.  

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Familiares de um senhor velaram o seu corpo, sem caixão, no meio de uma avenida movimentada em Altamira – PA.


O caso inusitado aconteceu hoje, (05/12), como forma de protesto. Os familiares alegaram que não tinham condições de arcar com o caixão e o sepultamento, e como não receberam ajuda, resolveram levar o corpo para o meio da rua. O senhor foi encontrado morto dentro de casa ontem (04).
Depois de 12 horas de espera e manifestação pública, autoridades locais resolveram ajudar no sepultamento.

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

ITAITUBA: MPPA ajuíza ACP com pedido de antecipação de tutela em face da Celpa por denúncia de corte

O Ministério Público do Estado do Pará, por meio do promotor de Justiça João Batista de Araújo Cavaleiro de Macêdo Junior, ajuizou Ação Civil Pública com pedido de antecipação de tutela e de preceito cominatório em face das Centrais Elétricas do Pará (Celpa) após denúncias de cortes indevidos de energia e cobranças irregulares nas tarifas de consumo do município de Itaituba, sudoeste do Pará.
Em procedimento administrativo, a Promotoria apurou denúncias feitas por consumidores sobre o corte indevido de energia elétrica, arbitramento irregular de débitos e o cometimento de diferentes irregularidades por parte dos funcionários contratados pela empresa. De acordo com o promotor, tem sido feita cobrança indevida por parte dos funcionários que estipulam um valor frente a irregularidade encontrada e ameaçam realizar o corte do serviço em caso do consumidor não colaborar com um pagamento de débitos por eles estipulados. “As provas coletadas demonstram que, em dado momento, os funcionários da demandada escolhem aleatoriamente uma unidade consumidora, constatam virtual irregularidade, estimam unilateralmente o termo inicial da suposta fraude, lançado-lhe um valor pecuniário não menos arbitrário e unilateral, exigindo o imediato pagamento sob pena do corte no fornecimento de energia elétrica”, frisa o promotor na ação.
O promotor João Batista destaca também que a empresa ameaça o cancelamento dos serviços a partir do momento que identifica uma suposta fraude no medidor de energia elétrica do consumidor, sem avaliar a situação da outra parte, implicando em cobrança indevida e não considerando se o consumidor está em dia com as faturas regulares. “Tão logo que constatada, de modo unilateral, uma suposta fraude no medido de energia elétrica, imputa-se a culpa ao consumidor, fazendo uma estimativa de quanto deixou de lucrar com a virtual irregularidade, valor esse que se não for pago pelo consumidor terá como sanção retaliadora a imediata suspensão do fornecimento de energia elétrica, pouco importando se o consumidor está adimplente com as faturas regulares e atuais ou se a irregularidade decorreu ou não de sua conduta positiva ou negativa”.
Cobranças
Segundo apurado, frente as ameaças de corte do serviço de energia elétrica estipulado pela empresa, o consumidor tentaria realizar os pagamentos, mas cumpriria poucas parcelas tendo em vista o valor considerado elevado em relação às faturas regulares e, paralelo a isso, arcar com o pagamento destas.
Pedido
Com o objetivo de obter melhoras no fornecimento de energia elétrica, foi requerido que a Celpa se abstenha de suspender os serviços aos consumidores, em caso da inadimplência destes for relacionada ao resgate de faturamento não registrado e/ou a dívida omitida e que a concessionária também religue o fornecimento de energia para estes. Que seja obrigada a informar, em seus comunicados, dos direitos à realização de perícia oficial nos medidores de energia por parte do consumidor, realizando acompanhamento da vistoria quando houver suspeita unilateral de irregularidade e/ou fraude.
Recalcular os valores resgatados com base na tarifa vigente à época dos casos de suposta fraude e que seja condenada ao pagamento de indenização genérica aos consumidores lesados.
Texto: Fernanda Palheta (graduanda em jornalismo)

domingo, 30 de novembro de 2014

VITÓRIA DO XINGU: MPPA ajuíza ação penal e pede afastamento de prefeito e secretário por corrupção


O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), por meio dos procuradores de Justiça Cândida de Jesus Ribeiro do Nascimento e Nelson Pereira Medrado, ofereceu ação penal em desfavor do prefeito de Vitória do Xingu, Erivando Oliveira Amaral, do secretário municipal de Planejamento e Finanças, Washington Queiroz Pimenta e de oito vereadores do município pelos crimes de corrupção ativa e passiva. Os fatos ocorreram durante processo legislativo fraudulento, para aprovação de projeto de lei que reduz de 5% para 2% a alíquota do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISQN). Na ação é pedido o afastamento do prefeito e do secretário de seus cargos.
Conforme apurado pelo Ministério Público houve pagamento de “propina” pelo prefeito a oito vereadores do Município de Vitória do Xingu, para redução da alíquota do referido imposto.
Os vereadores acusados são: Genildo de Souza Oliveira, Luzia Efigênio Dias Simpriciano, João Manoel Cordovil da Gama, Maria Aracelis Barbosa de Lima, Jose Caetano Silva de Oliveira, Silas de Oliveira Lima, Cleonilson da Silva Bezerra, Francisca da Silva Fontenelles.
O Procedimento Investigatório Criminal (PIC) teve origem nos termos de declarações prestados pela presidente da Câmara Municipal Luzia Efigênio, e pelo seu 1º Secretário, Ananias Moura, ao Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado do Ministério Público do Estado (Gaeco), que, posteriormente, foram acompanhados das declarações das vereadoras Francisca da Silva Fontenele e Maria Aracelis Barbosa de Lima, que narraram ilícitos ocorridos na aprovação do projeto de lei para redução da alíquota do ISQN. Os depoimentos confirmaram a realização, fora do período legislativo, de uma reunião secreta no gabinete da Presidência da Câmara Municipal, no dia 17/12/2011, sob pressão dos vereadores Genildo Oliveira, José Caetano, Cleonilson Bezerra e Silas Lima, ocasião em que o advogado José Maria Rocha, que presta serviços para a Câmara assessorando uma Comissão Parlamentar de Inquérito, defendeu que o projeto poderia ser colocado em pauta, pois o mesmo estava juridicamente correto e que se não fosse aprovado por Luzia Efigênio, esta estaria emperrando o desenvolvimento do Município.
Nesta sessão extraordinária teriam participado oito vereadores, o prefeito Erivando Amaral, o atual secretário municipal de Planejamento e Finanças Washington Queiroz Pimenta, e o servidor da Câmara Municipal Francisco das Chagas.
“Após a reunião que aprovou o projeto, os depoentes relataram que cada vereador presente recebeu a quantia de R$5 mil, em espécie, das mãos de Washington Pimenta, e o vereador que não compareceu à reunião, Ananias, recebeu a referida quantia diretamente das mãos do vereador Genildo, com a recomendação de que aquilo era um “agrado” por parte de uma empresa, em retribuição à aprovação do projeto de lei de redução de alíquota do ISSQN”, destacaram os procuradores de Justiça Cândida Nascimento e Nelson Medrado na ação penal.
Os quatro vereadores denunciantes entregaram ao MPPA a quantia de R$5 mil, cada um. O valor total de R$20 mil foi depositado em conta bancária judicial.
Além desse pagamento de “propina” para aprovação do projeto, ao analisar a cópia integral do processo legislativo que tratou sobre a redução da alíquota, o MPPA identificou que o procedimento possuía apenas duas páginas, sem qualquer estudo do impacto orçamentário da medida e nem alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA), o que violou preceitos constitucionais e legais.
O afastamento do prefeito e do secretário municipal foi pedida para garantir o bom andamento da instrução processual na apuração das irregularidades apontadas. “Várias medidas cautelares incidentais ainda são necessárias (quebra sigilo bancário, entre outras) e apenas com o afastamento do prefeito será possível a coleta dessas provas complementares, principalmente pelo fato dos acusados de corrupção ativa estarem apresentando indícios de enriquecimento incompatível com sua renda”, explicaram os procuradores de Justiça.
Além de resguardar o patrimônio público, a medida do afastamento também irá servir para preservar as provas testemunhais e dos co-réus, evitando que sofram influência do denunciado-Prefeito.
“De fato, a instrução criminal estará em risco com a permanência desses denunciados à frente de seus cargos, principalmente porque o prefeito, concretamente, já pressionou os vereadores para mudarem seus depoimentos ao Ministério Público, conforme comprova o áudio gravado em CD-R e transcrito pelo IML”, ressaltaram os representantes do Ministério Público.
Na ação penal o prefeito e secretário são acusados, cada um, de cometerem nove vezes o crime de corrupção ativa, cuja pena varia de 2 a 12 anos de reclusão, por cada delito.
Já cada um dos oito vereadores que recebeu a “propina” é acusado de corrupção passiva, com pena de 2 a 12 anos de reclusão.

Apreendidas seis (6) carradas de remédios vencidos e amostras grátis que estão guardadas no Fórum de Medicilandia e na PJ de Altamira.

A promotora de Justiça Grace Kanemitsu Parente apreendeu na quinta (27) uma grande quantidade de medicamentos com validade vencida e amostras grátis encontrados no almoxarifado do Hospital de Medicilândia e nos Postos de Saúde de Vila Nova e Vila Pacal, município de Medicilândia, sudoeste paraense localizado a 860 quilômetros da capital Belém. A inspeção da Promotoria do MPPA foi motivada por seguidas reclamações dos moradores sobre falta de materiais e remédios nesses locais vistoriados. No total foram seis (6) viagens de camionete para retirar todos os medicamentos com prazos de validade vencidos e as amostras grátis. Além disso, a Promotoria tirou cópias de documentos e fez backup de computadores do almoxarifado do Hospital de Medicândia. “Procedimento administrativo será aberto e todos esses medicamentos serão contados. Os documentos e backup de computadores serão analisados e apuradas possíveis irregularidades em licitações. Fizemos também o levantamento da quantidade de material remanescente, depois de retirada dos medicamentos vencidos e amostras grátis, e verificamos que sobrou uma quantidade muito menor do que o apresentado nos arquivos do almoxarifado” frisou a promotora Grace Parente.
Durante a inspeção a promotoria constatou ainda que a lavanderia não tem as mínimas condições de uso e que utilizam material caseiro para fazer a lavagem das camas hospitalares, seja lençóis e fronhas ou roupas de cirurgia. Foi constatado ainda que o material para limpar o hospital e lavar as roupas é uma mistura de Soda caústica, álcool , óleo de cozinha e detergente comum e água. Encontramos no almoxarifado insulina humana guardada sem refrigeração. Remédios de uso controlado guardados sem o maior cuidado, estando alguns vencidos.
A promotora Grace que acumula a Promotoria responde por Medicilândia e sempre que se desloca até lá recebe reclamação de falta de remédios no Hospítal. Por conta disso, resolveu fazer uma fiscalização no local. Identificou no almoxarifado uma série de medicamentos vencidos e de amostra grátis (quantidade gigantesca) e após retirar todos os vencidos e amostra grátis, fez o levantamento do que restou. Sobrou uma quantidade muito menor do que apresentado nos arquivos do almoxarifado. Constatou que a lavanderia não tem as mínimas condições e que estão usando material caseiro para fazer a lavagem das camas hospitalares. Desde o material de cama, quanto o de roupas de cirurgia.
O material para limpar o hospital e lavar as roupas é uma mistura de Soda caústica, álcool , óleo de cozinha e detergente comum e água. E remédios de uso controlado guardados sem o maior cuidado. Com alguns vencidos.
POSTO DE SAÚDE DA VILA NOVA
Também encontrado materiais vencidos e quantidades escondidas de amostra grátis misturadas com outros medicamentos. Vizinhos informaram que pessoas da secretaria passaram uma hora antes e tiraram quatro carradas em um carro de passeio cheio de medicamentos.
POSTO DE SAÚDE DE VILA PACAL - Quase todos os medicamentos da farmácia eram de amostra grátis.
PROCEDIMENTOS
A promotora Grace Parente disse que os próximos passos são abrir procedimento no MPPA, analisar documentos, os backups e os processos licitatórios e identificar possíveis irregularidades. Pode também ensejar improbidade e ações penais.

TENTATIVA DE CRIME PASSIONAL, ACONTECE NA MADRUGADA DESSE SÁBADO EM URUARA

Na madrugada desse sábado por volta das 3 horas uma tentativa de homicídio aconteceu na cidade de
LEOMAR COM 02 REVOLVER EM PUNHO
Uruara. O acontecido ocorreu contra a senhora Berenice de 34 anos que por milagre não teve sua vida ceifada pelo seu namorado.Leomar Rodrigues da Silva de aproximadamente 50 anos que deferiu 03 tiros em sua namorada Berenice, onde 02 tiros acertaram o peito e o terceiro na mão da vitima. Segundo informações o casal de namorados tinha brigas constantes em seu relacionamento, onde na noite de ontem Leomar foi a casa da vitima, onde jantou e depois chamou Berenice para ir ate a casa do mesmo, mas ao andar uns 100 metro de mãos dadas, o criminoso perguntou a vitima se ela estava com saudades dele, pois o mesmo passava de 15 a 20 dias trabalhando e não visitava sua namorada. Logo em seguida a pergunta feita pelo marginal o mesmo sacou de um revolver e deferiu os tiros na vitima que se fez de morta ocasionando a fuga do marginal. Após Leomar se deslocar do local do crime a vitima, mesma ferida correu ate uma casa próxima para pedir socorro e logo em seguida desmaiou, sendo encaminhada para o hospital Municipal de Uruara e não corre rico de morte, diante da gravidade dos tiros. 
Logo após o crime contra sua namorada Leomar fugiu da cidade e a Policia esta na cola do mesmo, por se tratar de um elemento perigoso, com fama de valentão.



sábado, 29 de novembro de 2014

Hospital de Clínicas de Belém inicia campanha para arrecadar brinquedos

O pequeno Vinicius Viana é do município de Uruará, no sudeste do Estado. Ele é cardiopata e tem 11 anos. Sua mãe, Valdilene, descobriu a doença quando ele tinha dois meses de idade, e desde então ele faz tratamento. Vini, como gosta de ser chamado, já passou por vários hospitais, e há quatro meses está na Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV). Para preencher o tempo e esquecer as longas horas passadas no leito, entremeadas por exames, ele confecciona pulseiras e desenhos, que gosta de doar aos amigos da Clínica Pediátrica. “Adoro fazer essas pulseiras e desenhar trem. Ah, tomara que esse ano o Papai Noel leia a minha cartinha”, diz o menino.
O sonho de Vinicius e das outras crianças internadas será realizado no dia 16 de dezembro, quando ocorre a festa de Natal do Hospital de Clínicas, promovida, anualmente, pelo setor de voluntariado da instituição. Nesse dia, o Papai Noel vai até à FHCGV para entregar os presentes que os “Padrinhos Solidários” doaram. A programação natalina começa com a grande Campanha de Arrecadação.
A chefe do Voluntariado, Rita Carvalho, explica que é muito importante as pessoas ajudarem, pois essas crianças estão passando por um momento delicado e precisam de carinho. Em 2013, foram 580 brinquedos doados por funcionários e usuários da fundação. Em 2014, a expectativa de arrecadação é de 600 brinquedos, além de bonecas e carros. O hospital pede também doações de cestas básicas e material de higiene (creme dental, sabonete e xampu, por exemplo).
Este ano as equipes do Voluntariado começaram a recolher as cartinhas das crianças da Clínica Pediátrica e Ambulatório para entregar aos Padrinhos Solidários. Para participar, basta procurar o setor e escolher entre muitas cartinhas carinhosas. A entrega dos presentes será no dia 16. As crianças que não puderem se deslocar receberão a visita do Bom Velhinho no leito. Atualmente 42 crianças estão internadas na Clínica Pediátrica e na UTI Pediátrica do hospital. Trinta e oito devem estar internadas na noite de Natal.
Agência Pará de Notícias

domingo, 23 de novembro de 2014

MARCHA PARA JESUS 2014 EM URUARA MOSTRA A FALTA DE UNIÃO DO POVO EVANGÉLICO NO MUNICÍPIO.

Com uma pequena participação de evangélico nas ruas de Uruara, a terceira Marcha para JESUS, mostrou a desunião dos pastores e a ma organização do evento.
O evento teve inicio no final da tarde deste sábado, 22 de Novembro de 2014, onde depois de uma passeata de umas 100 pessoas nas ruas teve termino no Ginásio Eduardo Nicoline.
Realizada pelo CIMET - Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos da Transamazônica, o evento saiu da Praça da Bíblia e Teve parada na secretaria de Saúde e também na prefeitura.
O cantor gospel Fabiano Barcellos, deu seu show para uma mínima participação do povo no Ginásio Eduardo Nicoline.
Com o apoio da Prefeitura Municipal de Uruara, onde teve um orçamento destinado para o Evento de um projeto criado em 2013, onde ainda durante a programação no ginásio Eduardo Nicoline foi sancionada pelo o prefeito Everton 2 projetos de lei" DIA DO EVANGÉLICO E A MARCHA PRA JESUS. Onde iria fazer parte do calendário cultural do Município. Lamentável como as coisas de Deus são feita!

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

MPE cumpre mandado de busca e apreensao na casa do prefeito de Vitória do Xingu.

A operação começou nas primeiras horas da manhã desta terça feira (18).
Integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, Polícia Militar e Controladoria Geral da União estiveram participando da operação expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado. De acordo com informações vários documentos e quase R$25.000 reais foram apreendidos na casa do prefeito de Vitória do Xingu Erivando Amaral. Representantes da Procuradoria do MPE representado por Nelson Medrada, além de promotores estiveram presentes na ação. Foram quatro horas de operação, em seguida a equipe se deslocou para prefeitura de Vitoria do Xingu. Se for comprovado que há indícios de fraudes em licitações, o Ministério Público do Estado vai entrar com pedido de Prisão Preventiva do atual prefeito de Vitória. O procurador de Vitória do Xingu Arnaldo Cruz diz que acompanha o caso. Com informações e Foto Sidalécio Souza 

URUARÁ: Após decisão judicial favorável ao MPPA, Celpa inicia construção de subestação de energia

Após ação judicial interposta pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), acatada pela justiça em
2012, começou a ser construída uma subestação de energia elétrica na cidade de Uruará, localizada no sudoeste paraense. A Ação Civil Pública (ACP) contra a Rede Celpa, ajuizada pelo promotor de Justiça Arlindo Jorge Cabral Júnior em dezembro de 2011, quando ainda atuava na cidade de Uruará (hoje atua em Itupiranga), solicitou a tutela antecipada do pedido em decorrência das interrupções sucessivas no serviço de fornecimento de energia elétrica e, consequentemente, queimas e perda de equipamentos e eletrodomésticos na região. Na ACP, o Ministério Público recomendou a construção da subestação distribuidora de energia elétrica nos municípios de Uruará e Placas, visando o rebaixamento da potência da energia elétrica de 35.000 para 13.800 volts (padrão nacional) visto que a antiga e elevada voltagem seria a causa das interrupções de energia na região. No documento também constava a solicitação da construção de escritório de atendimento aos consumidores com, no mínimo, três equipes de funcionários munidos de veículos e equipamentos capazes de atender às demandas, além de um sistema integrado que permita a solução das reclamações. “Foi um longo e árduo trabalho que se deu através de um longo e complexo processo de investigação preliminar, com diversos pareceres técnicos e uma visita a própria usina do linhão da Eletronorte, onde evidenciei a ausência do cumprimento dos deveres por parte da Celpa”, disse o promotor Arlindo Jorge. A subestação que está sendo construída às margens da rodovia Transamazônica, na entrada leste da cidade, estima potência de 34,5 kv. Leia matéria anterior AQUI. Texto: Letícia Miranda

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

SANTANA DO ARAGUAIA: MPPA faz operação de busca e apreensão de documentos no município


Operação em curso desde as cinco horas da manhã, desta quarta (12), tem como alvos a prefeitura, secretarias e empresas denunciadas por possíveis fraudes em processos licitatórios.
Os processos referem-se a recursos financeiros de projetos vinculados as secretarias de transporte, educação, saúde, finanças e pelo departamento de licitação. Agentes do Grupo de Atuação especial de combate ao crime organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) com apoio das polícias civil e militar efetivam operação de busca e apreensão em documentos na sede da prefeitura, secretarias e empresas no município de Santana do Araguaia, sul do Pará. O gestor municipal em Santana do Araguaia é Eduardo Conte.
A operação tem a frente o promotor de Justiça e titular da Promotoria de Santana do Araguaia Ítalo Costa Dias; o coordenador do Gaeco promotor Milton Menezes com o apoio dos promotores Alan Pierre Chaves Rocha e Cremilda Aquino da Costa. Segundo os promotores as denúncias feitas ao Ministério Público foram apuradas por meio de investigações e culminou com a operação em curso na região do Araguaia. As investigações apontam para possíveis fraudes em processos licitatórios envolvendo verbas públicas nas áreas da saúde, educação, transporte e finanças.
Texto – Edson Gillet com informações do Gaeco Fotos – Gaeco 

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

CURRALINHO: Prefeito responderá por ato de improbidade administrativa

A promotora de Justiça Ociralva de Souza Farias Tabosa, representando o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), ajuizou em 24 de outubro Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade administrativa contra o atual prefeito de Curralinho, José Leonaldo dos Santos Arruda.
Uma Ação de Cobrança com pedido de antecipação de tutela contra o município de Curralinho, região do Marajó, foi ajuizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Saúde Pública do Estado do Pará (Sintepa) e serviu como motivação para a ACP. A ação comprovou que a partir do início da gestão do prefeito, o repasse das contribuições sindicais dos servidores que haviam autorizado desconto em folha deixou de ser feito.
Por cinco meses o município recolheu e não repassou os descontos. Diversas vezes o Sintepa tentou regularizar a situação administrativamente, mas não foi atendido, o que ocasionou prejuízo ao sindicato e à categoria por ele representada.
"Segundo as provas trazidas no bojo daquele processo judicial, foram juntadas as provas incontestes de que as mesmas foram descontadas e não repassadas ao interessado, provando-se, com isso, o dolo do requerido em não cumprir o que prevê a Carta Magna", afirmou a promotora Ociralva Tabosa.
Foi pedida através da ACP a suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, a perda da função pública, o ressarcimento integral do dano ao tesouro, o pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração recebida pelo agente e a proibição de contratar o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou de crédito por três anos.

FLORA VARIANI, VEREADORA QUE NÃO COMPARECIA AS SESSÕES, PERDE O MANDATO DEFINITIVAMENTE EM RURÓPOLIS

Em breve cerimônia realizada na Câmara municipal de Rurópolis na manhã desta quinta-feira, 06/11/14, o
presidente da Casa Jonas Lourenço da Silva – PT, acompanhado de outros vereadores e representações políticas, reconduziu ao cargo de vereador VALMIR RIBEIRO DE MATOS – PP. Valmir popularmente como Mil, volta a ocupar a vaga deixada por Flora Maria Variani que perdeu o mandato no final de 2013, após exceder o número de faltas permitido no regimento interno da casa. Demonstrando total falta de respeito com seus eleitores e seus colegas vereadores Flora dificilmente comparecia as sessões da câmara de vereadores, a agora ex legisladora faltou 41,47% das sessões, mais que 1/3, do permitido pela Lei Orgânica Municipal em um ano legislativo, fato que levou a presidência da casa no fiel cumprimento da Lei, extinguir o mandato da vereadora e dar posse a seu suplente imediato.
Mil assumiu no dia 17 de fevereiro de 2014, participou ainda de duas sessões, mas logo deixou o cargo pela força de uma limitar conquistada por Flora Variani que entrou com um mandato de segurança e foi reconduzida ao cargo onde se manteve até o dia 06/11/14, quando a Drª Karla Cristina Sampaio Nunes, Juíza de Direito da Comarca de Itaituba reconheceu a legitimidade da mesa diretora da Câmara De Rurópolis e suas ações, julgando portanto improcedente o mandato de segurança impetrado por Flora Maria Variani e extinguindo o processo.
DISSE A JUIZA EM SEU DESPACHO: “ Destarte, conforme os fundamentos explanados verifica-se que o impetrado, desde a data de sua posse, no dia 01 de Janeiro de 2013, tem legitimidade para atuar como presidente da mesa diretora da Câmara Municipal de Rurópolis, inclusive declarando a perda de mandato nos casos legais e mediante o devido procedimento legal e administrativo.
Isto posto, e por tudo mais que dos autos conta, extingo o processo com resolução do mérito nos termos do Art. 269, I do CPC e da Lei 12/16 de 2009, e JULGO IMPROCEDENTE O PEDIDO DE MANDADO DE SEGURANÇA, impetrado por Flora Maria Variani, contra o ato do presidente da mesa diretora da Câmara de Rurópolis Jonas Lourenço da Silva”
Em sua fala no retorno ao parlamento Ruropolense, Valmir Ribeiro de Matos –Mil, que é professor, disse que cumprirá dignamente o seu dever de vereador e que a sua posição será de caminhar junto com as pessoas que sempre estiveram a seu lado e que está pronto para cobrar melhorias necessárias para as pessoas que realmente precisam.
A posse de Mil, é mais uma vitória da oposição frente ao governo do prefeito de Rurópolis, entre tantas podemos relembras a briga do PSDB e o Prefeito para tentar tomar na marra a presidência da Câmara após ser derrotado por seu principal desafeto político Jonas Lourenço-PT, que conseguiu reverter a situação recorrendo ao judiciário, mais recende foram as derrota nas urnas no primeiro e no segundo turno das eleições, quando seus candidatos Simão Jatene e Aécio Neves foram superados por Helder Barbalho e Dilma Roussef que ficaram com quase 70% dos votos e agora a perda do mandato de Flora Variani, sua fiel aliada e defensora da Câmara Municipal. Fonte : ELIAS JUNIOR NOTÍCIAS

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Norte Energia sinaliza terras indígenas das rotas Xingu e Iriri

A Norte Energia iniciou nesta semana os serviços de sinalização de limites nas terras indígenas Apyterewa (etnia Parakanã), Araweté do Igarapé Ipixuna (etnia Araweté), Koatinemo (etnia Assurini), Arara (etnia Arara) e Kararaô (etnia Kayapó), localizadas nas calhas dos rios Xingu e Iriri, na área de influência da Usina Hidrelétrica Belo Monte. O trabalho beneficia diretamente uma população de cerca de 1.500 indígenas. Em 2013, atividade semelhante foi realizada na Terra Indígena Trincheira Bacajá (etnia Xikrin).
Autorizada pela Fundação Nacional do Índio (Funai), a sinalização utilizará 50 profissionais especializados para serviços de agrimensura, cartografia e geodésia. Durante o procedimento serão fixadas às margens de igarapés, rios e linhas secas 393 placas indicativas de limites de terras indígenas e 207 marcos geodésicos.
“Esta é mais uma ação que visa a assegurar a conservação etnoambiental e garantir o usufruto exclusivo dos recursos naturais pelas comunidades indígenas, conforme seus usos, costumes e tradições”, destaca o presidente da Norte Energia, Duilio Diniz de Figueiredo. Definida pela Funai como Aviventação dos Limites das Terras Indígenas, a iniciativa é parte do Projeto Básico Ambiental do Componente Indígena (PBA-CI) da Usina Hidrelétrica Belo Monte.
A Norte Energia já destinou R$ 190 milhões para melhorar a qualidade de vida das comunidades indígenas da área de influência do empreendimento. Entre as ações do PBA-CI destacam-se construção de casas de moradia em aldeias (de um total de 714, 313 foram concluídas); apoio a ações de saúde que garantiram a redução de 87% dos casos de malária em áreas indígenas entre 2011 e 2014; abastecimento de água nas aldeias (de um total de 34 sistemas, 13 foram concluídos, 16 estão em obras e cinco a iniciar); reconstrução e reforma de estradas de acesso às aldeias indígenas (do total de 470 quilômetros, 424 foram concluídos); construção de 34 casas de farinha; apoio à formação de professores indígenas e elaboração de material didático específico para cada etnia; construção e entrega à Funai da Casa do Índio em Altamira (com 33 quartos e área construída de 1.600 m²) para receber indígenas em trânsito na cidade.
Todas as ações desenvolvidas em áreas indígenas são pactuadas com os órgãos responsáveis e com a Funai. Em maio de 2014, o órgão indigenista assinou um Termo de Compromisso com a Norte Energia que define a forma de acompanhamento dos projetos - com participação de lideranças indígenas. O documento tem vigência de 35 anos, mesmo prazo de concessão da Hidrelétrica. Em outubro foi realizada a Primeira Rodada de Reuniões dos Subcomitês de Gestão, criados para ampliar o diálogo entre Norte Energia, órgãos responsáveis, Funai e povos indígenas. As reuniões permitem que cada uma das etnias aponte suas necessidades, estabeleça calendários próprios e priorize projetos.Norte Energia SA

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

JOVEM É ASSASSINADO A FACADA EM URUARÁ


Vitima
Na madrugada desse Sábado para Domingo por volta das 2:30 um jovem de 17 anos teve sua vida ceifada
por um criminoso no centro da cidade de Uruará. Ramon foi surpreendido ao
passar próximo ao conhecido calçadão de Uruará, onde depois de deixar sua namorada em casa, destinou até o lugar descrito encontrado assim seu assassino. Ramon foi alvejado com uma facada no peito, onde mesmo ferido a vitima tentou fugir do assassino sendo perseguido, vindo a cair a alguns metros da cena do crime, onde o criminoso ao ver 02 pessoas se aproximando fugiu com a faca em punho. Entre as 02 pessoas que presenciaram o crime uma das mesma era a mãe da Vitima que ao prestar socorro a vitima reconheceu seu filho, que foi encaminhado para o Hospital Municipal de Uruará onde chegou já sem vida. A policia já prendeu um suspeito de ter cometido o ato criminoso.

Nono dígito começa a valer a partir desse Domingo dia 02

A partir deste Domingo (2), quem for ligar para celulares do Amapá, Amazonas, Maranhão, Pará e de Rondônia deverá discar o dígito 9 antes do número do telefone. A medida começa a valer à meia-noite (horário de Brasília) e abrangerá 453 municípios nos cinco estados.
No momento da discagem, o nono dígito deve ser acrescentado por todos os usuários de telefone fixo e móvel que liguem para celulares desses Estados, independente do local de origem da chamada. Os números atuais, com oito dígitos, continuarão a funcionar por dez dias.
De 12 de novembro até 9 de fevereiro, chamadas feitas com oito dígitos serão interceptadas e uma mensagem sonora informará sobre a necessidade de se colocar o 9 à frente do número. Depois disso, as chamadas sem o nono dígito não serão completadas.
A medida já foi implementada no Espírito Santo, Rio de Janeiro e em São Paulo e tem como objetivo ampliar a oferta de números de celulares no país. Em 31 de maio de 2015, está prevista a inclusão do nono dígito nos Estados de Alagoas, Pernambuco, da Paraíba, do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí.
A partir de 11 de outubro de 2015, será a vez de Minas Gerais, da Bahia e de Sergipe. Até o fim de 2016, todo o território nacional terá o nono dígito, com a inclusão do Paraná, de Santa Catarina, do Rio Grande do Sul, de Rondônia e do Acre, além da região Centro-Oeste.
Além de comunicados pelos jornais, nos portais das operadoras, nas faturas de serviços e nas redes sociais, os usuários vão receber mensagens de texto por SMS. A Agência Nacional de Telecomunicações também disponibilizou uma cartilha detalhando como será o processo de transição.
O cliente é responsável pela atualização dos dados, bem como de sua agenda de contatos. As operadoras prometem disponibilizar aplicativos para fazer a mudança automática nas agendas dos celulares. Também é preciso ficar atento para as atualizações necessárias no caso de aplicativos que usam os números de celulares. O WhatsApp, por exemplo, que permite a troca gratuita de mensagens, já faz a atualização automática da numeração, mas pode haver interrupção no envio de mensagens no período da mudança, necessária para a sincronização das contas. Outros aplicativos, como o Viber, usado para fazer chamadas grátis por meio da internet, precisam de adaptação nos locais onde há mudança de número.
(Agência Brasil)

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Assaltantes são presos entre Altamira e Brasil Novo

Donos de uma empresa compradora de amêndoas de cacau foram surpreendidos por bandidos durante a manhã desta sexta-feira 31/10, a polícia de Brasil Novo foi acionado por moradores e recebida a bala pelos bandidos, porém os militares perseguiram os assaltantes, o GTO de Altamira também foi chamado e prestou apoio aos militares que já estavam no encalço dos bandidos.
Houve troca de tiros, mas os bandidos foram presos e apresentados na Superintendência Regional do Xingu em Altamira, cada um dos 4 bandidos estavam fortemente armados e municiados, com pistolas um revólver, dinheiro também foi apreendido. Uma das pistolas era uma .40 e duas 380, o quarteto vai responder por assalto a mão armada, disparo com arma de fogo, porte ilegal de armas e formação de quadrilha.
Todos estão atrás das grades!   Por: Felype Adms (com informações do GTO).

A PONTE SOBRE O RIO ARATAÚ FOI ASSUNTO DE DESTAQUE NA ALEPA

O Deputado Airton Faleiro (PT), se manifestou sobre o assunto, em sessão ordinária na Assembleia Legislativa do Pará –ALEPA. Onde  aconteceu uma audiência pública em Brasília com representantes do
Dnit para tratar tanto da ponte do Rio Arataú que desabou como a questão da Ladeira da Velha, ambos na BR-230. A ponte de concreto sobre o Rio Arataú, na BR-230 em Pacajá, sudoeste do estado, caiu no dia 05 de agosto quando dois veículos passavam pela estrutura. Para que os municípios da região não ficassem isolados, o Departamento Nacional de Transporte (Dnit) construiu um desvio de forma emergencial, mas devido a chuva, a estrutura desabou. Segundo a imprensa local, pelo menos dois mil caminhoneiros estão isolados com o desmoronamento. O deputado Federal Zé Geraldo se manifestou em redes sociais e adiantou o que foi decido em reunião com o Dnit na manhã de hoje. “Sobre os problemas que vem atormentando moradores da Transamazônica informou que, para a construção da ponte de concreto sobre o Rio Arataú, haverá primeiramente uma licitação e provavelmente no segundo semestre do ano que vem a obra será iniciada. Enquanto isso, há uma empresa no local para fazer uma obra de emergência. Os engenheiros estão aproveitando que a água do rio baixou para colocar duas grandes vigas metálicas. Dessa forma será possível recuperar a estrutura que desabou e no prazo de 15 dias o serviço será concluído e consequentemente o trafego, liberado.” Na ocasião, outras obras foram anunciadas, como é o caso da Ladeira da Velha, que após várias reuniões teve a obra autorizada pela Justiça Federal.
“Nessa reunião foi tratado assuntos de todas as pontes do trecho da Transamazônica que vai desde Itupiranga à Rurópolis, chegando a 61 pontes. Inclusive o lote de 12 pontes que vai do município de Anapú até Medicilândia que deve ser licitado no mês de novembro deste ano, já os demais lotes, serão licitados no início do segundo semestre de 2015. Portanto, ano que vem teremos a construção de todas as pontes de concreto.”, afirma Zé Geraldo

Maia: “Alguns vereadores traíram Estado do Tapajós”

Deputado Lira Maia avalia resultado da eleição e critica políticos que traíram região
A divisão territorial do Pará mostrada como tema de campanha, durante a disputa eleitoral deste ano, pela
coligação concorrente à chapa formada por Helder Barbalho (PMDB) e Joaquim de Lira Maia (DEM) trouxe à tona lembranças das manifestações políticas realizadas após o plebiscito do dia 11 de dezembro de 2011, com o resultado contrário a criação do Estado do Tapajós. Dentro deste contexto, o deputado federal Lira Maia lembrou que estranhou alguns colegas e, inclusive, a Câmara de Vereadores de Santarém, onde a grande maioria dos membros apoiou a reeleição de Simão Jatene (PSDB). Maia notou que após o plebiscito de 2011, por unanimidade, 11 vereadores assinaram uma moção de repúdio ao governador Jatene e outra ao vice, Helenilson Pontes. Na época, a Câmara Municipal de Santarém decidiu substituir o requerimento concedendo a Simão Jatene o “título” de persona non grata no maior município do Oeste paraense, por uma moção de repúdio ao governo do Estado em virtude da participação do Governador na campanha do Não. Na verdade, foram duas moções: uma ao próprio Jatene, e outra ao vice, o santareno Helenilson Pontes, por haver mudado de posição, calando-se durante a campanha. A moção fez parte da decisão (ao menos nos momentos imediatos pós-plebiscito, com os ânimos exaltados) de criar fatos políticos que demonstrassem à opinião pública que os defensores do Tapajós se consideram parcialmente vitoriosos, haja vista o percentual médio de 95% de votos favoráveis em todos os municípios do Oeste, à exceção dos municípios da região do Xingu, que sequer deveriam ter entrado no projeto do novo Estado. Na eleição deste ano, Maia revelou que alguns desses Parlamentares que assinaram a moção de repúdio apoiaram a candidatura de Jatene. Maia falou ainda sobre o seu futuro político, entre outros temas.O impacto